O Ministério da Saúde negocia com representantes da vacina da Johnson & Johnson a antecipação do envio de 10 milhões de doses do imunizante para o mês de julho. As informações são do âncora da CNN Kenzô Machida.

A pasta prevê para o quarto trimestre deste ano a entrega de 38 milhões de doses da vacina do braço farmacêutico da Johnson & Johnson, a Janssen. De acordo com a apuração da CNN, durante as tratativas a empresa demonstrou que pode antecipar para julho as 10 milhões de doses solicitadas pelo Ministério da Saúde.

Diferentemente das outras vacinas aplicadas no Brasil, o imunizante da Johnson & Johnson para Covid-19 requer uma única dose.

Com isso, caso a antecipação se confirme, seria possível imunizar mais 10 milhões de brasileiros em julho deste ano.