WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de ilheus


EXCLUSIVO: Princípio de incêndio no Aeroporto de Ilhéus Moradores de Banco Central cobram a Prefeitura de Ilhéus melhorias nas estradas
novembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  


Mulher é presa por dopar turistas estrangeiros e roubar 2,6 mil euros

 

Uma mulher de 33 anos foi presa em Salvador, suspeita de aplicar golpes em turistas estrangeiros na capital baiana após dopar as vítimas com o golpe conhecido como “boa noite, Cinderela”. Naiara Barbosa dos Santos foi apresentada à imprensa nesta sexta-feira (16). De acordo com as investigações, após drogar as vítimas, Naiara roubava dinheiro e objetos de valor.
A titular da Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur), Marita Souza relatou os golpes que a mulher aplicou em dois turistas, um francês e um italiano, que ela conheceu em Itapuã e no Pelourinho, dois dos bairros mais procurados na capital baiana pelos visitantes. Das duas vítimas, ela conseguiu roubar, além de celulares e notebook, 2.600 euros.

:: LEIA MAIS »

Justiça baiana proíbe apreensão de veículo com IPVA atrasado

Todos os motoristas baianos que estão com o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) atrasado podem respirar aliviados, por enquanto, ao passar por aquela blitz tensa. A seccional baiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA) conseguiu na Justiça uma liminar que proíbe a apreensão de veículos com atraso no pagamento do imposto.
Na decisão, expedida na última quarta-feira (14), o juiz Evandro Reimão dos Reis, da 10ª Vara Federal da Seção Judiciária da Bahia, determinou que é ilegal e inconstitucional apreender um veículo se o motorista estiver em débito com o IPVA. Ele ainda disse que tal medida causa constrangimento ao proprietário.

:: LEIA MAIS »

Empresa ROTA exemplo de péssimo atendimento

Resultado de imagem para rota transportes itabuna olivença

 

NO final da tarde de ontem passageiros  que esperavam o Ônibus da ROTA Itabuna x Olivença, no horário de 17:45( que por sinal chegou as 18hrs) iniciaram a sua “via Cruses” devido a falta de manutenção no alusivo ônibus .

Implantado recentemente visando contenção de gastos e demitindo dezenas de cobradores, este ônibus, passageiros ao adentrar pagam sua passagem recebe um cartão que devia entrar e sair pela mesma catraca. Isto não aconteceu no referido ônibus visto que a catraca emperrou causando pânico e alvoroço, e os passageiros sentiam que estavam como se estivesse numa Lata de Sardinha e impedidos de chegaram ao destino por eles pago.

Coibidos de ter qualquer ação o motorista só deixava que mais passageiros adentrasse o ônibus mesmo detectado o defeito e causando assim uma super lotação, além de um atraso enorme.

Registre-se ai, que o ônibus na sua parte dianteira entre a catraca e a porta de saída e entrada tem um tamanho minimo e o mesmo transportava idosos, crianças, gestantes que levou ao pânico.

Para insatisfação maior passageiros mesmo involuntariamente tiveram que seguir viagem, e só não foi maior o transtorno porque quando chegando em ilhéus a catraca destravou sozinha, não aceitando mais o Cartão pelo qual ela é programada para receber ma descida. Com este impasse o ônibus da Linha Itabuna x Olivença, as 20hrs e ainda teria que ir até o ponto final que é Olivença.

Em Ilhéus, lei pioneira adota diretrizes para o combate à violência nas escolas públicas

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre Sousa, sancionou a Lei nº 3.996, após aprovação de projeto na Câmara de Vereadores, que estabelece diretrizes para a Política de Combate à Violência nas Escolas da Rede Pública Municipal de Ensino. Pioneira no Estado da Bahia, a norma resulta de proposta feita por estudantes do segundo semestre do curso de Direito da Faculdade de Ilhéus que iniciaram pesquisa sobre o assunto durante trabalho interdisciplinar realizado na instituição.

Durante audiência concedida pelo prefeito à equipe de alunos do curso, nesta terça-feira, 13, no Gabinete do Centro Administrativo do Município, eles agradeceram ao chefe do Executivo pelo acolhimento à proposta vinda da comunidade para o enfrentamento a um problema tão delicado e complexo, que é a violência no interior das escolas públicas. O encontro contou com as presenças da coordenadora do curso de Direito da Faculdade de Ilhéus, Ana Cristina Adry Argolo, do professor de Antropologia, Edivaldo Oliveira, do comandante da Guarda Civil Municipal, Leonardo Bandeira, e das representantes da secretaria de Educação (Seduc), Jamile Maron e Mariângela Bahia.

Dentre as diretrizes estabelecidas na lei estão o monitoramento das condutas ou atos de violência ocorridos no ambiente escolar envolvendo alunos, professores, dirigentes e agentes públicos que atuam nas escolas; identificação dos estabelecimentos de ensino com maior número de ocorrências relacionadas à violência a fim de intensificar ações sociais nessas unidades; identificação das principais causas da violência, do perfil da vítima e dos agressores; adoção de providências para reduzir a sensação de impunidade experimentada na comunidade; valorização do corpo docente e o fortalecimento do acolhimento humanizado aos alunos.

O estudante Iago Rodrigues Guanaes Clement ressaltou que o pioneirismo dessa lei está na criação de mecanismos para o estabelecimento de um banco de dados que fornecerá informações visando a adoção de providências diante do problema da violência no interior das escolas. Nesse sentido, o prefeito autorizou a formação de um grupo de trabalho, com a participação da Faculdade, da Seduc e da Guarda Civil, a fim de dar consequência aos objetivos da legislação, e agradeceu a confiança manifestada nas ações do Governo e destacou outras parcerias mantidas com a Faculdade de Ilhéus em prol de benefícios para a comunidade.

Por sua vez, a coordenadora do curso, professora Ana Cristina Argolo, elogiou a disposição do prefeito no sentido de fortalecer princípios da justiça restaurativa e a afirmou que o Núcleo de Prática Jurídica (Nupraj) da Faculdade está à disposição para atuar, caso necessário, nas questões que envolvam a violência nas escolas. “Então, é um grande prazer contribuir para as atividades do município e fazer com que a educação seja cada vez mais de qualidade e com menos violência”, enfatizou.

Receita paga hoje restituições do 6º lote do Imposto de Renda

 notebook_irpf.jpg

 

A Receita Federal paga nesta sexta-feira (16) o sexto lote da restituição do Imposto de Renda Pessoa Física da declaração de 2018. O pagamento também contempla lotes residuais das declarações de 2008 a 2017.

Ao todo, a Receita restituirá R$ 1,9 bilhão a 1.142.680 contribuintes. Desse total, 991.153 declarações são do Imposto de Renda deste ano, cujo pagamento totalizará R$ 1,676 bilhão. A consulta ao sexto lote foi liberada na sexta-feira, dia 9.

A consulta também pode ser feita pelo telefone 146 ou nos aplicativos da Receita Federal para tablets e smartphones – Arquivo Agência Brasil

As restituições terão correção de 4,16%, relativa às declarações de 2018, a 106,28%, para as declarações de 2008. Os índices equivalem à taxa Selic – juros básicos da economia – acumulada entre a data de entrega da declaração até este mês.

A relação dos contribuintes está disponível na página da Receita Federal na internet. A consulta também pode ser feita pelo telefone 146 ou nos aplicativos da Receita Federal para tablets e smartphones.

Caso o valor não seja creditado nas contas informadas na declaração, o contribuinte deverá receber o dinheiro em qualquer agência do Banco do Brasil.

Também é possível ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, no nome do declarante, em qualquer banco.

Por Agência Brasil  Brasília

Seleção para preencher vagas de médicos cubanos ocorre ainda este mês

O Ministério da Saúde informou hoje (16) que fará ainda este mês a seleção para contratar profissionais brasileiros em substituição aos cubanos que fazem parte do Programa Mais Médicos. A pasta finaliza nesta sexta-feira a proposta de edital para preencher 8.332 vagas deixadas pelos cubanos. As medidas são pauta de reunião do governo brasileiro com representantes da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

A expectativa do ministério é que os médicos brasileiros selecionados nesta nova etapa comecem a trabalhar nos municípios imediatamente após a seleção, o que deve ocorrer ainda este ano.

Uma coletiva de imprensa foi agendada para o início da próxima semana para esclarecer detalhes do edital de seleção e da chamada para inscrições de médicos brasileiros no programa.

O rompimento do acordo com Cuba foi informado na última quarta-feira (14) pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, após novas exigências anunciadas pela equipe de transição para a continuidade do Mais Médicos. Entre as medidas, estão fazer o Revalida – prova que verifica conhecimentos específicos na área médica, receber integralmente o salário e poder trazer a família para o Brasil.

Cuba

Ministério de Saúde Pública de Cuba informou que vai retirar os profissionais do Programa Mais Médicos no Brasil por divergir de exigências feitas pelo governo do presidente eleito e também em decorrência de críticas mencionadas por Bolsonaro.

Preocupação

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi, divulgou nota na qual ressalta a preocupação dos prefeitos de cidades com menos de 20 mil habitantes com a saída dos cerca de 8,3 mil profissionais cubanos que atuam no Programa Mais Médicos. A entidade alerta que é preciso substituí-los sob o risco de mais de 28 milhões de pessoas ficarem desassistidas.

“A presente situação é de extrema preocupação, podendo levar a estado de calamidade pública, e exige superação em curto prazo”, diz a nota. “Acreditamos que o governo federal e o de transição encontrarão as condições adequadas para a manutenção do programa.”

Por Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil  Brasília

Bolsonaro reitera que decisão sobre médicos cubanos é humanitária

 

 

 

 

O presidente eleito Jair Bolsonaro toma café da manhã, com o comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar

 

 

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, reiterou hoje (16) que a decisão de impor novas exigências aos profissionais cubanos, vinculados ao Programa Mais Médicos, tem razões humanitárias, para protegê-los do que considera “trabalho escravo” e preservar os serviços prestados à população brasileira. Ele garante que o programa não será suspenso.

Entre as medidas, estão fazer o Revalida – prova que verifica conhecimentos específicos na área médica, receber integralmente o salário e poder trazer a família para o Brasil. Cuba decidiu deixar o programa após as declarações de Bolsonaro. O Ministério da Saúde  informou nesta sexta-feira que a seleção dos brasileiros em substituição aos cubanos ocorrerá ainda este mês.

“Talvez a senhora seja mãe, já pensou em ficar longe dos seus filhos por um ano?”, respondeu o presidente eleito à jornalista que perguntou sobre a situação dos médicos cubanos. “É [essa] a situação de escravidão que praticamente as médicas e os médicos cubanos [que participam do programa Mais Médicos] estão sendo submetidos no Brasil”, disse em entrevista após café da manhã com o comandante da Marinha, almirante Eduardo Bacellar, no 1º Distrito Naval, no centro do Rio.

O presidente eleito afirmou ainda que o acordo de repasse de parte dos salários dos médicos para o governo de Cuba contraria os direitos dos profissionais. “Imaginou também confiscar 70% do salário?”

O rompimento do acordo com o governo cubano foi anunciado há dois dias quando o Ministério de Saúde Pública de Cuba, quando informou que não atenderia às exigências do governo eleito. Para Bolsonaro, é fundamental que os profissionais cubanos passem pelo Revalida. “Nunca vi uma autoridade no Brasil dizer que foi atendido por um médico cubano”, disse. “Será que nós devemos destinar [esse atendimento] aos mais pobres sem qualquer garantia que eles sejam razoáveis, no mínimo? Isso é injusto e desumano.”

O presidente eleito reiterou também que há “relatos de verdadeiras barbaridades” por profissionais de Cuba. “O que temos ouvido de muitos relatos são verdadeiras barbaridades. Queremos o salário integral e o direito de trazer as famílias para cá. Isso é pedir muito? Está nas nossas leis.”

Bolsonaro destacou que os profissionais cubanos que quiserem pedir asilo político ao Brasil, quando ele estiver na Presidência da República, será concedido.

Governadores

O presidente eleito disse ainda que vai se reunir com Paulo Guedes, indicado para o Ministério da Economia, para analisar a carta dos governadores, que reúne 13 itens, incluindo propostas e elencando prioridades. Ele afirmou que ainda não leu todo o documento.

Por Vítor Abdala – Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro

Em um ano, primeira policlínica da Bahia realiza 76 mil exames e consultas

A Policlínica Regional de Saúde em Teixeira de Freitas, a primeira da Bahia, já realizou mais de 76 mil exames e consultas desde o início das atividades, em 17 de novembro de 2017. Foram 33.127 exames e 43.277 consultas médicas em um ano, contemplando moradores de 13 municípios da região. Para marcar a data, a unidade está promovendo uma campanha destinada à captação de medula óssea, em parceria com a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba).

A inauguração da unidade no extremo sul do estado foi o primeiro passo para a descentralização da saúde na Bahia. Atualmente oito policlínicas estão em atividade e outras 12 em construção. “A policlínica presta um serviço ambulatorial especializado de forma humanizada, conforme todas as diretrizes do Sistema Único de Saúde [SUS]. A gente prioriza também o ensino e a pesquisa. Trabalhamos com equipamentos orçados em mais de R$ 3,5 milhões, os melhores do país, e nos preocupamos com a humanização do local”, explica a diretora da policlínica em Teixeira de Freitas, Lizandra Amin.

A unidade oferece exames como colonoscopia, eletrocardiograma, endoscopia digestiva alta, ergometria, holter, mamografia, raio x, ressonância magnética com contraste e tomografia. “Já iniciamos o tratamento do pé diabético e temos a ultrassonografia”, acrescenta Amin.

A equipe médica é formada por 18 profissionais, divididos em 16 especialidades: angiologista, cirurgião-geral, endocrinologista, gastroenterologia, ginecologia, obstetrícia, dermatologia, hematologia, mastologia, oftalmologia, neuropediatra, ortopedia, otorrinolaringologia, pneumologia, reumatologia e urologia.

Municípios 

O atendimento alcança os moradores de Caravelas, Alcobaça, Ibirapuã, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Prado, Teixeira de Freitas e Vereda. “São mais de 500 mil baianos. Quem vive fora de Teixeira de Freitas conta com ônibus com ar-condicionado, que faz o traslado todos os dias, gratuitamente, para levar do município até a policlínica e depois retornar para casa”, informa Amin.

Cada município da região, explica a diretora, montou seu sistema de regulação, marcando o dia e o horário na policlínica. “Além da garantia do exame e da consulta, o paciente sabe exatamente o horário em que vai ser atendido”.

Descentralização da saúde

O prefeito de Teixeira de Freitas, Temóteo Brito, ressalta que o município “está às margens da BR-101 e é a porta de entrada do desenvolvimento do Norte e Nordeste. Então, a policlínica é importante para toda a região. Eu fico muito feliz quando vejo o povo satisfeito. Todos os prefeitos estão satisfeitos e contribuindo com a sua parte para que a policlínica continue funcionando muito bem”.

Antes da unidade, revela Temóteo, a despesa da Prefeitura com saúde era grande, pois precisava levar os pacientes para outros lugares. “O povo tinha que ir para Salvador, Vitória, Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro. Era um sofrimento muito grande. Agora, tudo é resolvido aqui. Além da policlínica, o governador Rui Costa, juntamente com o secretário Fábio Vilas-Boas, anunciou que será construído aqui também o Hospital de Base”.

Novas policlínicas 

As outras policlínicas funcionam em Guanambi, Irecê, Jequié, Feira de Santana, Alagoinhas, Santo Antônio de Jesus e Valença. Estão em construção as unidades em Barreiras, Juazeiro, Paulo Afonso, Senhor do Bonfim, Jacobina, Vitória da Conquista, Itabuna, Simões Filho, Ribeira do Pombal, São Francisco do Conde e duas em Salvador, sendo uma no bairro de Escada e outra em Narandiba.

O plano do Governo do Estado até 2022 é construir mais 4 policlínicas em locais a serem definidos. A média de investimento em cada unidade é de R$ 25 milhões.

Comitê Estratégico Ilhéus Sustentável promoveu audiência pública com o tema Desenvolvimento Social

O Comitê Estratégico Ilhéus Sustentável (CEIS) promoveu a sexta audiência pública com o tema “Desenvolvimento Social”, na quarta-feira (14). A ação foi realizada no plenário da Câmara de Vereadores, das 9 às 12 horas, e reuniu servidores, especialistas, líderes comunitários e qualquer pessoa interessada no tema.

A Controladoria Geral do Município foi a responsável por trazer o poder público e a sociedade civil para debater esse momento, que começou com a fala do controlador Alex Souza e seguiu com a apresentação do secretário municipal de Desenvolvimento Social, Rubenilton Silva, explanando sobre os avanços da sua pasta nos primeiros dois anos de ação.

Diversos indicadores foram exibidos aos presentes. “Foi um momento muito valioso para o poder público, pois ouvimos a sociedade civil de perto e podemos mostrar, através de informações precisas, o que já fizemos de bom para o social. Agora, continuarmos avançando com uma política pública de diálogo com a comunidade e buscando o desenvolvimento social através dos conceitos das cidades sustentáveis”, afirmou Rubenilton.

Indicadores – Logo após as explanações, foi aberto espaço para perguntas de diversos setores da sociedade. Também foram pontuadas sugestões de novos indicadores e ações que a Secretaria de Desenvolvimento Social pode realizar. O controlador geral do município, Alex de Souza, ressaltou a importância do Comitê Estratégico Ilhéus Sustentável. “O CEIS foi constituído pelo poder público, através do prefeito Mário Alexandre, no mês de julho e tem a coordenação da CGM”.

Explica ainda que a função do CEIS é apresentar as metas estabelecidas para cada secretaria, que apresentam indicadores de cada pasta para ficar na plataforma das cidades sustentáveis organizada pela ONU – Organização das Nações Unidas. “Tudo isso contando com a participação da sociedade civil, através de audiências públicas, onde todos podem sugerir, criticar e opinar sobre o plano que o município está fazendo para atuar em diversas secretarias”, diz Alex Souza.

E continua: “após esse momento, iremos elaborar o plano de metas e, em 2019 e 2020, faremos o monitoramento das ações e avaliações das ações de cada secretaria, analisando se houve avanço ou retrocesso no setor e traçando novas estratégias de ação para melhorias da qualidade de vida da sociedade. Assim, a controladoria cumpre com sua obrigação ao proporcionar essa oportunidade do controle externo avaliar a gestão através de um diálogo participativo”.

Bahia está entre os cinco estados que mais aplicam recursos na saúde

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contesta a análise realizada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) em recente publicação. No quesito ‘despesas totais em saúde’, o Estado da Bahia posicionou-se como o quarto colocado em total de recursos aplicados na saúde em todo o país, com mais de R$ 5,360 bilhões. Já em investimentos na saúde, a Bahia se posicionou como terceiro estado que mais investiu em 2017 (R$277 mi), atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais (fonte SIOPS Datasus-https://bit.ly/2QEQamm ).

Pela lei, cada ente federativo deve investir percentuais mínimos dos recursos arrecadados com impostos e transferências constitucionais e legais. O estudo lembra que os municípios e os Estados ampliaram o gasto, especialmente a partir dos anos 2000, com o estabelecimento da Emenda Constitucional nº 29, que vinculou os recursos da saúde às suas receitas (12% para Estados e 15% para municípios). Em 2008, as prefeituras assumiam 29,3% do gasto total público, percentual que, em 2017, alcançou 31,4%. No mesmo intervalo, no caso dos estados, eles respondiam por 26% das despesas, percentual que em 2017 se manteve em 25%. O Governo da Bahia, em 2017, atingiu o índice de aplicação de recursos em saúde de 13% do total da arrecadação do estado, o que será ultrapassado em 2018.

Analisando-se a distribuição dos gastos entre os estados, constata-se grande desequilíbrio em favor daqueles que, sabidamente, possuem maior PIB per capita e maiores concentrações populacionais. Essa forma de distribuição, traduz uma política de financiamento fortemente baseada na arrecadação tributária e no critério populacional, mas que não consegue ser suficiente na redução das desigualdades regionais.

A respeito dos mecanismos de alocação dos recursos empregados pelas esferas de governo, cabe salientar que as transferências de recursos precisam seguir não apenas critérios de igualdade, como os repasses per capita, mas também devem ser reajustados com base nas condições demográficas, epidemiológicas e socioeconômicas de cada município ou região. Esse mecanismo ainda é incipiente na gestão dos recursos do SUS e necessita revisão por parte do Governo Federal.

O relatório reflete o histórico subfinanciamento do SUS por parte do Governo Federal, que precisa entender a importância de ampliar o financiamento da saúde no Brasil, e ajustar os repasses para corrigir as assimetrias regionais e estaduais.

Autorizada obra para nova sede do SAMU e PSF da Conquista no antigo Regional

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, assinou ordem de serviço para a execução de obras visando à implantação da nova sede do Samu 192 e da unidade do PSF (Programa de Saúde da Família) no Bairro da Conquista. Os dois equipamentos serão instalados no prédio onde funcionou o anexo de psiquiatria no antigo Hospital Regional. O ato aconteceu na noite de segunda feira (12), no auditório do Centro Administrativo, com a presença do secretário de Saúde, Geraldo Magela, dos vereadores Paulo Carqueja, Nerival Reis, Pastor Matos, Cesar Porto e Nino Valverde, além de secretários municipais e outras autoridades.

A iniciativa dos empreendimentos foi indicada mediante projeto do vereador Paulo Carqueja, líder do Governo na Câmara Municipal, e em parceria com o Governo do Estado, através da secretaria de Saúde (Sesab), que fez a concessão do espaço desativado localizado na área do Hospital Regional. Com isso, será possível transferir a sede do SAMU do Malhado para a Conquista e eliminar o gasto com a locação do imóvel situado à Avenida Litorânea Norte.

Na oportunidade, o prefeito Mário Alexandre afirmou que o município já adquiriu duas novas ambulâncias, com recursos próprios, para o SAMU e que está trabalhando para conseguir mais 10 veículos através de verba disponibilizada por emendas parlamentares. “Menos gastos com aluguel para o município, mais serviços para a população e atendimentos com mais eficiência. A ordem é trabalhar, buscar, fazer a diferença, reestruturar a saúde, porque este foi o meu compromisso”, disse o prefeito.

O prefeito enfatizou que até o final da administração “iremos reestruturar toda a rede básica de saúde de Ilhéus, o que ninguém nunca fez e, para isso, não medirei esforços”. Para ele, é importante dialogar, discutir com todos os segmentos da comunidade os assuntos pertinentes ao crescimento e desenvolvimento do município. Por sua vez, o vereador Paulo Carqueja considerou o ato como um importante feito para Ilhéus. “Nós ficamos satisfeitosconsiderando que o Legislativo teve uma participação ativa nessa conquista. Estamos satisfeitos com as providências tomadas”, assegurou.

Serviços – Segundo o secretário de Infraestrutura, Átila Dócio, as obras terão início na próxima semana. Serão feitos serviços de readequação da cobertura, parte interna, parte elétrica de refrigeração, pintura externa, acessibilidade e a divisão das alas. “Essas duas primeiras obras devem levar, em média, três a quatro meses para a conclusão”, comentou Átila.

Segundo o secretário de Saúde, Geraldo Magela, ganha a saúde básica com a obtenção de mais serviços e o SAMU, com espaço mais adequado para sua frota. “O PSF contará com um espaço ampliado para proporcionar serviço odontológico, de vacinação, distribuição de medicamentos, além de local para atividades com idosos. É um prazer estar nesse processo de conquista e de evolução na saúde do município”, enfatizou.

Bahia está entre os cinco estados que mais aplicam recursos na saúde

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contesta a análise realizada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) em recente publicação. No quesito ‘despesas totais em saúde’, o Estado da Bahia posicionou-se como o quarto colocado em total de recursos aplicados na saúde em todo o país, com mais de R$ 5,360 bilhões. Já em investimentos na saúde, a Bahia se posicionou como terceiro estado que mais investiu em 2017 (R$277 mi), atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais (fonte SIOPS Datasus- https://bit.ly/2QEQamm ).
Pela lei, cada ente federativo deve investir percentuais mínimos dos recursos arrecadados com impostos e transferências constitucionais e legais. O estudo lembra que os municípios e os Estados ampliaram o gasto, especialmente a partir dos anos 2000, com o estabelecimento da Emenda Constitucional nº 29, que vinculou os recursos da saúde às suas receitas (12% para Estados e 15% para municípios). Em 2008, as prefeituras assumiam 29,3% do gasto total público, percentual que, em 2017, alcançou 31,4%. No mesmo intervalo, no caso dos estados, eles respondiam por 26% das despesas, percentual que em 2017 se manteve em 25%. O Governo da Bahia, em 2017, atingiu o índice de aplicação de recursos em saúde de 13% do total da arrecadação do estado, o que será ultrapassado em 2018.
Analisando-se a distribuição dos gastos entre os estados, constata-se grande desequilíbrio em favor daqueles que, sabidamente, possuem maior PIB per capita e maiores concentrações populacionais. Essa forma de distribuição, traduz uma política de financiamento fortemente baseada na arrecadação tributária e no critério populacional, mas que não consegue ser suficiente na redução das desigualdades regionais.
A respeito dos mecanismos de alocação dos recursos empregados pelas esferas de governo, cabe salientar que as transferências de recursos precisam seguir não apenas critérios de igualdade, como os repasses per capita, mas também devem ser reajustados com base nas condições demográficas, epidemiológicas e socioeconômicas de cada município ou região. Esse mecanismo ainda é incipiente na gestão dos recursos do SUS e necessita revisão por parte do Governo Federal.
O relatório reflete o histórico subfinanciamento do SUS por parte do Governo Federal, que precisa entender a importância de ampliar o financiamento da saúde no Brasil, e ajustar os repasses para corrigir as assimetrias regionais e estaduais.

Morre em Ilhéus Professor Lessivaldo Menezes

Vítima de uma embolia pulmonar, morreu no final da tarde de ontem o Professor Lessivaldo Menezes que residia no Hernani Sá e que deixou um.grande legado na Área educacional, onde dedicou toda a sua vida.

Menezes, como era chamado fez história quando dirigiu o Themístocles Andrade no bairro Vilela, além de diversas ações na área Cultural.

Fica aqui nossas sinceras condolências a família e aos amigos.

O corpo está sendo velado na capela do cemitério São João Batista, na Barreira e o sepultamento será no mesmo local as 15Hrs.

TCM aprova contas da Câmara na gestão de Lukas Paiva

lukas

Nesta terça-feira o pleno do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aprovou as contas referentes ao ano de 2017, da câmara de vereadores de Ilhéus, da gestão do presidente Lukas Paiva (PSB).

Lukas Paiva assumiu a gestão da câmara em 2017 e implantou uma administração moderna e cortou vários gastos, ao ponto de no final de 2017, devolver R$ 280 mil para a prefeitura.

“ Desde quando assumir a presidência eu decidir fazer uma gestão séria e cortar gastos, pois o erário público tem que ser administrado como uma empresa, com responsabilidade e prioridade. No meu mandato como presidente, a câmara conseguiu várias conquistas importantes e se modernizou. Tenho a obrigação de honrar meus eleitores e zelar pela minha família, o meu saudoso pai, ex-vereador Marcus Paiva, que foi um grande político e me espelho nele”, declarou Lukas.

Informações Blog Políticos Sul da Bahia



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia