Cerca de 130 famílias, serão despejadas, nesta segunda feira,  de uma área de terra, que fica localizada na rodovia Ilhéus/Itacaré, por decisão judicial. Segundo os assentados, a área foi doada para uma mulher identificada como Elisabeth, que vendeu a mesma ao empresário  empresário identificado como Tino Marcos.  Em contra partida, o empresário  vendeu a área para o outro empresário Edney do Espírito Santo. Segundo um dos líderes do movimento, o empresário Tino Marcos não construiu nada no local, que estava abandonado. ” E em 2014 nos entramos na área e beneficiamos o local, inclusive preservando a natureza”, disse. Eles contaram que o empresário Edney entrou com dois tratores, querendo derrubar as casas, mas eles não deixaram.

Advogado- O advogado dos assentados entrou com recurso no Tribunal de Justiça da Bahia, e o TJB solicitou os documentos da área para a reintegração de posse, mas foi apresentado apenas um documento da doação. Já  Ediney do Espirito Santo apresentou apenas um documento da secretaria do Meio Ambiente da prefeitura de Ilhéus.

Blog

Blog: O Vermelhinho