Justiça eleitoral decreta suspensão do Facebook por 24 horasDe acordo com o Juiz Roberge, o Facebook não acatou a decisão judicial, sendo que não removeu o perfil do ar.ComentáriosRafaela Pozzebon Seguir   – 10/10/2016 10:06 A Justiça Eleitoral de Santa Catarina ordenou que o Facebook fique fora do ar por 24 horas, em todo o Brasil.

A decisão é por falta de cumprimento de uma ordem judicial que poderá afetar o processo eleitoral na cidade de Joinville. A decisão é do Juiz eleitoral Renato Roberge, e refere-se a uma página na rede social de que contém críticas a um dos candidatos a prefeito da cidade. Após falta de cumprimento de decisão judicial, Juiz decreta que Facebook fique fora do ar por 24 horas no Brasil. A decisão está relacionada a uma página na rede social que denigre a imagem de um candidato a prefeito de Joinville.

Vale lembrar que a Justiça do Brasil já retirou do ar o WhatsApp por descumprimento de ordem judicial. De acordo com o Juiz Roberge, o Facebook não acatou a decisão judicial, sendo que não removeu o perfil do ar ainda, e não pagou a multa estipulada de R$ 30 mil por dia de infração. A legislação eleitoral não permite propagandas de teor ofensivo, degradante ou mesmo que leve ao ridículo. O Facebook, até então, está em pleno funcionamento e ainda não temos novas informações sobre o assunto.