Os mortos foram identificados como: Gileno Brito Lima, de 36 anos, a esposa dele, Thaiane de Jesus dos Santos, de 33 anos, além dos filhos Karol Santos Lima, 12 anos, Yasmim Santos Lima, 11 anos, Noemi Santos Lima, 4 anos, e Rute Santos Lima de 10 meses. Gileno dirigia o carro no momento do acidente.

Os seis corpos chegaram em Itabuna por volta das 9h e foram velados em uma escola que fica no bairro Maria Matos, onde a família morava antes de se mudar para São Paulo. Parte da família do casal ainda reside no local.

Por telefone, a irmã de Gileno, Eliana Brito Souza, disse ao G1 que a família morava em Campinas há três anos e estava retornando de mudança para a cidade natal, Itabuna.

Entenda o acidente

Carro ficou destruído após batida com caminhão na BR-135 — Foto: Paula Alves/Inter TV

Carro ficou destruído após batida com caminhão na BR-135 — Foto: Paula Alves/Inter TV

A batida frontal entre o carro e o caminhão foi no início da tarde de quarta-feira (4) na altura do km-471. De acordo com a polícia rodoviária, o motorista do caminhão disse que o acidente ocorreu após o pneu do carro furar. Em seguida, o condutor perdeu o controle da direção, invadiu a contramão e bateu de frente com o veículo de carga.

A família morreu no local e segundo a polícia, quatro vítimas foram arremessadas. O veículo tinha capacidade para cinco ocupantes.

A perícia foi acionada e as causas do acidente são apuradas pela Polícia Civil.