Priscila e a Profª Tirza Sathler apresentam trabalho sobre o perfil epidemiológico das puérperas em um hospital de Ilhéus

A professora Tirza Sathler, do colegiado de Fisioterapia da Faculdade
Madre Thaís/Faculdade de Ilhéus, participou como convidada no
Congresso Internacional de Fisioterapia e Disfunções do Assoalho
Pélvico, que aconteceu no Hotel Fiesta, em Salvador. Realizado de 26
a 28 de agosto, o congresso reuniu grandes especialistas nacionais e
internacionais desse setor.
No primeiro dia do evento, a professora Tirza Sathler ministrou um
workshop denominado "Uso do rebozo na gestação e no trabalho de
parto: um instrumento ancestral de acolhimento." O rebozo é um
instrumento oriundo da Guatemala e México, usado para favorecer a
biomecânica gestacional e do trabalho de parto.
No dia 27, Sathler proferiu a palestra intitulada "Como tratar as
principais neuralgias em gestantes" e no dia 28, abordou o tema
"Massagem perineal: como utilizar e prescrever a técnica com
evidência científica".
O Congresso Internacional de Fisioterapia e Disfunções do Assoalho
Pélvico foi prestigiado por acadêmicos e profissionais de todo o país,
inclusive estudantes da Faculdade Madre Thaís/Faculdade de Ilhéus.
A fisioterapeuta Priscila Gama, egressa da Madre Thaís e
especializada na área de fisioterapia pélvica do homem e da mulher,
apresentou, juntamente com a professora Tirza Sathler, dois
trabalhos acadêmicos produzidos na instituição.
O primeiro tem por base a "Atuação da fisioterapia na diástase
abdominal no puerpério: revisão integrativa da literatura" e o
segundo, um trabalho original, intitulado "Perfil epidemiológico das
puérperas atendidas pela fisioterapia em uma maternidade no
município de Ilhéus: estudo observacional transversal".