WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura ilheus secom bahia

setembro 2022
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

:: 8/set/2022 . 10:09

Ilhéus realiza primeira cirurgia bariátrica pelo SUS

O procedimento representa um marco na história do município, que se tornou polo de cirurgia bariátrica no sul da Bahia

ABIR

Ilhéus faz história e registra a primeira cirurgia bariátrica pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O procedimento foi realizado na manhã desta terça-feira (6), no Hospital de Ilhéus, e representa um marco na história do município, que se tornou polo de cirurgia bariátrica no sul da Bahia.

“Agradeço primeiramente a Deus por todas as conquistas alcançadas. Essa cirurgia salva vidas e traz inúmeros benefícios ao paciente. Mais um sonho realizado para Ilhéus e região. Agradeço também à equipe médica, sob a coordenação do doutor Nilson Ribeiro, à nossa amiga Laudicéa, presidente da Associação de Bariátrica, que lutou para garantir esse serviço e ao governador Rui Costa, por cuidar tão bem do nosso povo”, comemorou o prefeito Mário Alexandre, reafirmando o esforço em entregar à população serviços públicos de qualidade.

A intervenção só acontece após a realização de uma bateria completa de exames e avaliações, além do cumprimento de diversos protocolos definidos por uma equipe multidisciplinar. Conforme Laudicéa Carvalho, presidente da Associação de Bariátrica de Ilhéus e Região (ABIR), a conquista também é fruto da sensibilidade do prefeito, que desde o início da gestão presta apoio para promover a assistência necessária aos pacientes.

Os recursos no valor de R$ 340 mil foram destinados via emenda do deputado federal Jorge Solla. “Um momento de gratidão, pois esse é o resultado de um trabalho árduo que iniciamos em 2019 e tem devolvido saúde, autoestima e qualidade de vida a tantas pessoas acometidas pela obesidade”, explicou a presidente da ABIR.

ABIR

A cirurgia foi um sucesso e a paciente permanece em recuperação. As cirurgias bariátricas são realizadas no Hospital de Ilhéus, mediante convênio firmado com a Prefeitura, através da Secretaria de Saúde (Sesau). O Município disponibiliza nutricionista, psicólogo e enfermeira para acompanhamento dos 420 associados.

Laudicéa lembra que também passou pelo procedimento e fundou a associação por sentir a necessidade de expandir o serviço a outras pessoas. A cirurgia representa a concretização do sonho das pessoas que buscam uma vida mais saudável, bem como resolve muitas doenças relacionadas à obesidade.

Agenda de ações – No próximo dia 14 de setembro será ministrada uma palestra com o fisioterapeuta Gabriel Santos. O profissional abordará o tema “A importância da Fisioterapia no pré e pós-bariátrico”. O encontro acontece às 14h, no auditório da Sesau.

Fundada em 2019, a ABIR proporciona acompanhamento integral dos pacientes. Após as análises e os relatórios, é avaliada a possibilidade de fazer ou não a cirurgia.

Estudantes da Faculdade Madre Thaís e da Faculdade de Ilhéus fazem busca por casos suspeitos de Hanseníase

Profissionais e estudantes da área da Saúde na Unidade de Saúde do Basílio

Desde a última quarta-feira, dia 31 de agosto, estudantes dos cursos
de Fisioterapia e Farmácia da Faculdade Madre Thaís e de
Enfermagem da Faculdade de Ilhéus percorrem o Alto do Basílio em
busca de casos suspeitos de hanseníase na cidade. A previsão é de
que o trabalho seja concluído nesta segunda-feira, dia 05 de
setembro.
As ações integram o Projeto Espelho Meu, desenvolvido no âmbito do
município de Ilhéus, pactuado com a Rede Universitária de
Enfrentamento da Hanseníase na Bahia Rede, além de estar
vinculado à Secretaria Municipal de Saúde e atuar em articulação com
o curso de Fisioterapia da Faculdade Madre Thaís.
As atividades de campo acontecem sob a orientação da professora do
curso de Fisioterapia, Gracielle Santos, que é diretora da Rede
Universitária de Enfrentamento à Hanseníase no Estado da Bahia
(Rede-Hans Bahia). Escrito e coordenado por Eliana Mello, enfermeira
de referência e vice-diretora da Rede-Hans BA, o Projeto Espelho Meu
tem caráter permanente de forma a garantir que uma ação mensal
seja realizada em cada localidade/bairro do município, seguindo um
cronograma anual.
No primeiro dia, conforme deliberação da Secretaria Municipal de
Saúde para o mês de setembro, aconteceu um momento de
sensibilização na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Basílio,
com palestras da professora Gracielle Santos e das enfermeiras de
referência, Eliana Mello e Lorena Araújo, sobre a hanseníase. Na
oportunidade, os participantes receberam orientações sobre os
principais sinais para suspeição da doença. A capacitação envolveu
profissionais da equipe de Saúde da Família (eSF), inclusive
recepcionistas, com adesão em torno de 40 pessoas.
Acompanhados por enfermeiras de referência e agentes de saúde, os
estudantes iniciaram, na quinta-feira, a varredura-busca ativa de
casos suspeitos de hanseníase no bairro, através da visitação
domiciliar, inclusive, com orientações de saúde. A ação teve
continuidade na sexta-feira, com monitoramento da secretária da
Rede Hans, Danielle Zambon (que cursa Fisioterapia na Faculdade
Madre Thaís), mesmo com as chuvas que caíam na localidade.
No próximo dia 6, os casos suspeitos identificados no Basílio serão
avaliados para conclusão de um diagnóstico pela equipe especializada

do Centro de Atendimento Especializado – CAEIII (Antigo Sesp),
localizado na Av. Canavieiras, para que as pessoas possam iniciar o
tratamento.
A professora Gracielle Santos explica que “a Hanseníase é uma
doença infectocontagiosa, causada pela bactéria Mycobacterium
leprae, daí se popularizou o nome lepra. Essa bactéria tem um alto
poder de infecção e uma baixa patogenicidade, além de possuir
afinidade por pele e nervos, logo a Hanseníase é uma doença
dermatoneurológica”.
Especialista em Fisioterapia Neurofuncional, Gracielle informa que os
principais sinais e sintomas são: manchas brancas ou avermelhadas,
pouco pigmentadas, com perda da sensibilidade ao calor, frio, dor e
tato. Diz ainda que quando a doença está mais avançada pode ser
acompanhada de fraqueza muscular, com sinais de neuropatia,
parestesia, edema, entre outros. E que esses sinais podem aparecer
no rosto, nos membros superiores e inferiores.
A professora esclarece que “o contato com doentes em tratamento e
o contato físico direto com a mancha não transmite a doença.
Portanto, não é necessário isolamento, algo que foi preconizado
durante muitos anos!”. E acrescenta: “o contágio ocorre através do
contato íntimo prolongado com o doente que não esteja fazendo
tratamento, através de gotículas de saliva (vias aéreas superiores)”.
A enfermeira Eliana Mello afirma que “há uma alta prevalência oculta
da hanseníase no município, pois apesar da detecção por vezes não
ser expressiva, nos deparamos com muitos casos multibacilares, até
mesmo em crianças, fato que reflete diagnóstico tardio e falha nas
políticas públicas de prevenção e tratamento da doença. Alguns
bairros são considerados hiperendêmicos, a exemplo o bairro
Salobrinho”.
Ela ressalta a importância de projetos de orientação em saúde, de
educação permanente que contribuam tanto para a informação da
comunidade quanto para o aperfeiçoamento das equipes de Saúde. A
hanseníase tem cura. O tratamento é feito nas unidades de saúde e é
gratuito pelo SUS.
Segundo o Ministério da Saúde, somos o segundo país com maior
número de casos de hanseníase no mundo. Perdemos apenas para a
Índia. E de acordo com a Fiocruz a doença atinge em média 27 mil
pessoas por ano no Brasil. Assim como outras doenças
negligenciadas, a infecção está associada à pobreza. As populações
com condições de habitação insalubre e alimentação precária têm
mais chance de adoecer por hanseníase.

Mesmo com chuva, população prestigia comemorações do Bicentenário da Independência em Ilhéus

7 setembro; independência

Após dois anos de suspensão devido à pandemia, o tradicional desfile cívico-militar volta à Avenida Soares Lopes na ocasião em que se celebra o bicentenário da Independência do Brasil. Tomada pelos sentimentos de pertencimento, solidariedade e união, a população marcou presença em um dos eventos mais emblemáticos da história do país.

O prefeito Mário Alexandre prestigiou o ato solene, acompanhado do vice-prefeito Bebeto Galvão e de autoridades civis e militares. Do palanque, o gestor assistiu a mais de 3,5 mil pessoas desfilarem o tema “Independência do Brasil: 200 anos de lutas, histórias e lições de um povo”.  Nem mesmo a chuva que caiu na cidade impediu a participação popular no tradicional desfile.

7 setembro; independência

“Um momento de reflexão, a festa da democracia e do fortalecimento das estruturas sociais. A gente fica muito feliz em ver a participação da população, das escolas, das instituições, todas engajadas no mesmo propósito. Então, é motivo de alegria ver o povo comemorando essa data tão importante para a nossa história. Vamos continuar trabalhando em prol da melhoria das políticas públicas e do bem-estar da nossa gente”, declarou Mário Alexandre.

Neste ano, a solenidade teve um tom especial, pois além de convidar à reflexão sobre a formação histórica, cultural e social do povo brasileiro, marca um novo momento, após dois anos de restrições. Mário Alexandre lembrou as vidas perdidas para a Covid-19 e agradeceu àqueles que lutaram bravamente, realizando o trabalho com zelo e afinco.

7 setembro; independência

Para Eliane Oliveira, secretária de Educação, a ocasião é de celebração das conquistas alcançadas ao longo desses dois séculos, bem como revela a importância da construção de uma nação justa, igualitária e fraterna. “As nossas escolas mostraram a inovação, o resgate do ato cívico e o amor à pátria. Hoje podemos perceber o quanto é importante e necessário estarmos juntos em um momento como esse”, afirmou.

A solenidade cívica teve início com hasteamento das Bandeiras do Brasil, da Bahia e de Ilhéus, realizado pelo prefeito Mário Alexandre, pelo Delegado da Capitania dos Portos de Ilhéus, Luiz Felipe Rocha; e pelo Coronel do Exército, Júlio Renó. O Hino Nacional foi executado pela banda de música do 2° BEIC, sob a regência do maestro e subtenente Bezerra Júnior.

7 setembro; independência

A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) foi a responsável pela organização do evento. As escolas introduziram o tema “Independência do Brasil: 200 anos de lutas, histórias e lições de um povo”. Ao todo, mais de 3,5 mil pessoas desfilaram ao som de bandas e fanfarras musicais, entre elas militares, civis e estudantes.

Desfile- A Avenida Soares Lopes foi completamente tomada por corporações, entidades, instituições, clubes de serviços, escolas da rede pública e privada de ensino e secretarias municipais, divididas em seis grupamentos:

7 setembro; independência

– Grupamento Militar: Composto pelo Colégio da Polícia Militar Rômulo Galvão; Banda de Música (2º BEIC) e outras 21 corporações;

– Grupamento de Entidades e Clubes de Serviços: Composto pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE); Rotary Clube de Ilhéus; Lojas Maçônicas Elias Ocké e outras noves entidades;

– Grupamento de Escolas Particulares e Estaduais: Composto pelo Educandário Siqueira e Colégio Estadual Paulo Américo de Oliveira (Fanfarra);

Grupamento das Escolas Municipais do Campo: Composto pelas creches municipais Indígenas Oka Katuana e Amotara e outras noves escolas;

– Grupamento das Escolas Municipais da Sede: Composto pelo Instituto Municipal de Ensino Eusínio Lavigne (IME), com Fanfarra, e outras sete escolas;

– Grupamento das Secretarias Municipais e Controladoria do Município: Composto pelas secretarias de Saúde, Educação e Promoção Social e Combate à Pobreza.

Além de sensibilizar a população sobre a importância da educação na formação dos cidadãos e cidadãs, a data evidencia a força propulsora do desenvolvimento da nação, bem como o respeito à diversidade cultural, ambiental e à história de um povo, com princípios éticos, morais e cívicos.

Prefeitura de Ilhéus inicia recuperação do Viaduto Catalão; confira os serviços em andamento

obras; balanço; seinfra

A Prefeitura de Ilhéus dá continuidade ao pacote de obras e serviços realizados em diversos pontos da cidade. Conforme a Secretaria de Infraestrutura e Defesa Civil (Seinfra), as equipes estão concentradas nos bairros Nossa Senhora da Vitória, Pontal, nos altos do Coqueiro, Socorro, Mambape e Nerival, Calçadão da Rua Marquês de Paranaguá, Vila Freitas, ruas Bela Vista, Ouro Verde, Uruguaiana, Guanabara e Amélia Pacheco, e no Viaduto Catalão, região central.

Por meio da operação tapa-buracos, o Município visa recuperar os pontos críticos do pavimento asfáltico já desgastado naturalmente ou danificado após intervenções externas, dando segurança e melhores condições de mobilidade aos motoristas e pedestres.

obras; balanço; seinfra

O serviço de remendo profundo é realizado com Brita Graduada Simples (BGS), no bairro Nossa Senhora da Vitória, incluindo o trecho que dá acesso ao Residencial Sol e Mar.

Balanço – A Seinfra informa que as melhorias consistem na execução de escadarias, com serviços de contenção, concretagem, demolição, remoção de sarjeta antiga e canaleta no Alto Nerival; escavação na Rua Amélia Pacheco; assentamento de pavimentação em paralelepípedo na Rua Ouro Verde; e contenção e escadaria, com limpeza e escavação no Alto do Coqueiro.

obras; balanço; seinfra

O pacote de serviços em andamento também inclui a recuperação do Viaduto Catalão, com limpeza e instalação de andaime, bem como pavimentação em ladrilho no Calçadão da Rua Marquês de Paranaguá. Nas ruas Américo Barreira e Hermínio Ramos, no Pontal, estão sendo feitas substituição das manilhas e inspeção.

Na Rua Bela Vista, os serviços seguem com assentamento e rejuntamento de paralelepípedos e compactação de passeio. Na ladeira do Mambape, as equipes realizam assentamento de paralelepípedo.

obras; balanço; seinfra

O trabalho segue com pavimentação asfáltica, limpeza e sinalização, na Rua Uruguaiana, e execução de ramal de boca de lobo e escavação para execução de rede em Polietileno de Alta Densidade (PEAD), na Rua Guanabara.

Na Vila Freitas as equipes realizam a concretagem de passeio; já no Alto Socorro estão sendo realizadas a concretagem, execução de aterro e dreno, corte, dobra e montagem de armadura.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia