Ela é considerada por muitos como uma das mais admiradas Mães de Santo de Ilhéus e região. A Lider e matriarca do Terreiro Sutão das Matas, celebra hoje dia 16/04 (sexta -feira ) o seu aniversário, Mãe Carmozina, completa neste dia 104 anos de idade , com muitas lutas, caridade , resistência e amor .
Ao longo de todas essas décadas de vida e de desígnios aos orixás , ela chega aos 104 anos com humildade , simplicidade e afeto materno para com todos que a procura, na rua Severino Vieira ,475, Bairro Malhado em Ilhéus.

Essa líder religiosa e espiritual coordena um dos Terreiros mais antigos da cidade, onde através da prática da caridade seu pilar fundamental ajudou e acolheu diversas pessoas vindas de diversas partes do Brasil.
A sacerdotisa do Terreiro Sutão das Matas, tem admiração, respeito e muito amor ao sagrado, as suas divindades que retornam ao aiyê ( terra) para ajudar com orientações adeptos e simpatizantes das religiões de matrizes africanas. Mãe Carmozina, foi escolhida pelos orixás aos 7 anos de idade , para cumprir sua missão espiritual , orientando , acompanhando as crises existências e as dificuldades das pessoas.

Hoje a Iyalorixá Ilheense, recebe o carinho de todos os munícipes , religiosos, simpatizantes e autoridades.
Ela é uma sábia. Para o candomblé , umbanda e kimbanda a hierarquia é algo sagrado e verdadeiramente sério , valor vindo da ancestralidade. A promoção espiritual, nossa especialização é feita com a vivência. Axé não é um clube para passar o tempo , a pessoa deve se entregar, abdicar dos seus prazeres , se envolver completamente é isso , Mãe Carmozina , fez com zelo , responsabilidade e compromisso religioso e social por isso é considerada como um símbolo da cultura afro na nossa cidade.

Durante toda sua trajetória Mãe Carmozina, sempre ofereceu colo de mãe , olhar de mãe, conselhos de mãe e abraço de mãe , tudo isso , sem discriminação e preconceito. Os mais velhos são respeitados no axé , isso não é uma regra apenas é um dogma, é um preceito fundamental da nossa religião. Mãe Carmozina, é procurada por muitas pessoas independente da classe social ou etnia seu terreiro é frequentado por pessoas simples, autoridades e personalidades , a mesma sempre acolheu á todos pautada na suas marcas , amor e caridade , mais de um século de vida voltado para ajudar pessoas a curarem suas feridas carnais e espirituais. “ não posso deixar de fazer uma caridade , bateu na minha porta eu dou comida, afeto e conforto espiritual , essa é a minha missão farei até o fim “. É com muito carinho e amor que parabenizo essa baluarte da cultura afro , mulher simples , dedicada , única , paciente , zelosa e detalhista. Felicidades ! Vida longa com saúde e vigor .

Sua benção ! Agô ! Axé .

Prof Emenson Silva
Coordenador do Projeto Gabaritando.