WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

camara de ilheus prefeitura de ilheus embasa prefeitura ilheus secom bahia faculdade ilheus

maio 2021
D S T Q Q S S
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: ‘Notícias’

Ampliada vacinação dos profissionais da Uesc e IFBA; Confira os dias das faculdades

A secretaria municipal de Saúde (Sesau) da Prefeitura de Ilhéus, ampliou as datas para a vacinação contra a  Covid-19 para os profissionais que trabalham na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e no Instituto Federal da Bahia (IFBA). A Sesau também informa as datas para a imunização dos profissionais das Faculdades de Ilhéus e Madre Thaís. Confira.

A primeira dose da vacina de Oxford da fabricante Astrazeneca para a imunização dos profissionais da Uesc, com idades entre 50 e 59 anos, e do IFBA, com idades entre 40 e 59 anos, conforme listas repassadas para a Sesau pelas unidades e órgãos competentes, acontece na Uesc, amanhã, quarta-feira, 5. No dia 10 de maio, segunda-feira, a vacinação continua para os profissionais da Uesc com idades entre 40 a 49 anos.

Já os profissionais da Faculdade de Ilhéus, a vacinação para a primeira dose do imunizante acontece na quarta-feira, 5, enquanto que os da Madre Thaís, serão vacinados na sexta-feira, 7. O atendimento será realizado nas sedes das respectivas faculdades.

O profissional deverá apresentar carteira de vacinação, cartão do SUS, contracheque atual, crachá ou carteira funcional e comprovante de residência.

 

Aplicação da CoronaVac continua suspensa; 2ª dose da vacina de Oxford segue no CMAE

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informa que a aplicação da 2ª dose da CoronaVac continua suspensa em Ilhéus. De acordo com a pasta, o município não recebeu até o momento quantitativo suficiente do imunizante, voltado ao reforço da vacinação. A Sesau reitera que a estratégia será retomada conforme a entrega de novas remessas. Os dias, horários e pontos de vacinação serão divulgados previamente, por meio dos canais oficiais da Prefeitura.

Segundo comunicado do Ministério da Saúde (MS), o Brasil enfrenta dificuldades no recebimento de insumos destinados à fabricação do imunizante e consequente demora no fornecimento de vacinas para aplicação da 2ª dose da CoronaVac. Sendo assim, a continuidade da imunização é preocupante em todo o país, não apenas em Ilhéus.

2ª dose da vacina de Oxford – As pessoas que estão dentro do prazo de agendamento para aplicação da 2ª dose da vacina de Oxford/AstraZeneca, por sua vez, devem comparecer ao Centro Municipal de Atendimento Especializado (CMAE), no antigo Colégio Fênix, de segunda sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 15h. É indispensável a apresentação do CPF ou cartão do SUS e do cartão de vacinação constando a primeira dose.

 

Mãe perde três filhos para doença genética na BA e pede ajuda para fazer tratamento em São Paulo; conheça a história


Mãe perde três filhos para doença rara e hereditária; confira história

Mãe perde três filhos para doença rara e hereditária; confira história

Uma mulher perdeu os três filhos vítimas de uma doença rara e hereditária em Feira de Santana, cidade que fica a cerca de 100 km de Salvador. A professora Sumara Araújo Santos, de 39 anos, foi diagnosticada com porfiria e está internada em um hospital de Salvador.

O drama de Sumara começou em 2015. A filha dela, Sara, tinha apenas 10 anos quando foi internada em um hospital com infecção urinária, vômito e fortes dores. Ela passou um ano em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu.

Em 2017, a professora engravidou do filho Lucas, e em 2019, do filho Levi. Porém, em janeiro de 2020, os dois meninos apresentaram os mesmos sintomas. Levi ficou quatro meses internado, porém, morreu antes mesmo de a família receber os resultados de todos os exames.

Quatro dias depois do óbito de Levi, o filho Lucas começou a ter os sintomas da doença. Ele também foi internado, no entanto, morreu após três meses. Os dois foram diagnosticados com porfiria e amiloidose.

Lucas e Levi morreram em 2020, vítimas de porfiria e amiloidose — Foto: Reprodução/TV Subaé

Lucas e Levi morreram em 2020, vítimas de porfiria e amiloidose — Foto: Reprodução/TV Subaé

“Uma semana depois que Lucas faleceu, eu comecei a apresentar fraqueza muscular, vómitos, diarreia com sangue e falta de apetite. Antes disso, o geneticista tinha me falado que o quadro dos meninos era genético e poderia ter sido de mim ou do pai. Como eu comecei a apresentar os sintomas, ficou evidente que veio de mim”, conta Sumara.

De acordo o neurologista Paulo Sgobb, que é especialista em doenças neuromusculares e genéticas, a porfiria é causada por uma mutação genética que provoca falta de uma substância no fígado.

“Quando o paciente não produz a proteína heme, o fígado acaba não destruindo substâncias tóxicas que naturalmente a gente produz. O acúmulo dessas substâncias tóxicas ataca o sistema neurológico, como o cérebro, a medula e o sistema nervoso periférico, de uma forma recorrente”, relata.

Já a amiloidose é uma doença rara que causa um acúmulo da proteína amilóide, que pode ser no coração, rim, fígado e cérebro.

“É uma doença genética, também hereditária, na qual o fígado produz uma proteína chamada amilóide. Os pacientes que têm defeito genético acabam produzindo a proteína no formato anormal”, disse o neurologista.

Sumara tem diagnóstico positivo para porfiria, mas aguarda confirmação para amiloidose. Apesar de não ter cura, as doenças possuem tratamento que podem amenizar os sintomas. Para pagar o tratamento e transferi-la para um hospital especializado, as amigas da professora fizeram uma vaquinha virtual.

“Ela precisa fazer o exame da triagem genética, um exame muito caro, e eu tive a iniciativa de montar a vaquinha. Conseguimos atingir o valor, mas a vaquinha segue aberta, porque ela precisa fazer um tratamento. Confirmando a doença [amiloidose] o tratamento será ainda mais caro, porque as medicações são ainda mais caras”, conta Ana Cristina Almeida, amiga de Sumara.

Para se locomover, Sumara utiliza cadeira de rodas. Ela também foi diagnosticada com retocolite ulcerativa por uso constante de opioides. De acordo com a campanha, o dinheiro arrecadado vai servir para custear o tratamento por uma equipe multidisciplinar de São Paulo, especializada em doenças raras.

Augusto Castro destaca avanços de Itabuna no cuidado com o meio ambiente

contaro cvr pmi (1)

O prefeito Augusto Castro destacou os avanços que representam para Itabuna a correta destinação dos resíduos sólidos em aterro sanitário certificado pelos órgãos ambientais no quilômetro 21, da Rodovia Jorge Amado, Ilhéus – Itabuna. “Para a cidade é um salto de qualidade porque dessa forma estamos cuidando da saúde das pessoas e do meio ambiente”, afirmou.

contaro cvr pmi (2)Augusto lembrou que a maioria dos municípios regionais enfrenta muitas dificuldades para cumprir a Lei do Marco do Saneamento Básico, que estabelece prazo para o fim dos lixões no país. “Mas, certamente, com a criação de consórcios vamos conseguir dar um grande passo, principalmente contando com o apoio do Governo do Estado que se mobiliza neste sentido”, expressou.

O prefeito afirmou que por meio de ação integrada as pessoas que trabalham no lixão, em processo de desativação, serão redirecionadas para associação ou cooperativa de reciclagem. “Com o apoio da Defensoria Pública da Bahia, as secretarias de Promoção Social e Combate à Pobreza, de Infraestrutura e Urbanismo e de Planejamento vão atuar conjuntamente na melhoria da qualidade de vida das famílias”, disse.

contaro cvr pmi (3)O diretor comercial da Marca Ambiental/CVR Costa do Cacau, Rodrigo Zaché, atendeu ao pedido de Augusto Castro e elevou de quatro para seis meses o prazo para conceder a 100 famílias um auxílio financeiro no valor R$ 700,00. “Parabenizo o prefeito de Itabuna por sua sensibilidade em atender às famílias, zelar pela saúde das pessoas e conservar o meio ambiente” ressaltou.

“O fim do lixão, além atendimento à legislação ambiental e de não degradação do solo, lençol freático e emissão de gases de efeito estufa na atmosfera, tem importância por ser grande disseminador de doenças, pragas, vetores e outros patogênicos que propagam doenças. Segundo a Organização Mundial de Saúde, para cada R$ 1 investido em saneamento se economiza outros R$ 4 em saúde pública”, afirmou Zaché.

Hospital Regional Costa do Cacau implanta protocolo de prevenção de queda

hrcc quedaOs núcleos de Segurança do Paciente (NSP) e de Educação Permanente em Saúde (NEPS) do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, reuniram, na última terça-feira (27), profissionais de equipes multidisciplinares da assistência para a implantação do protocolo de prevenção de queda. Esse dispositivo reúne um conjunto de medidas, com o objetivo de resguardar a integridade física do paciente assistido.

Esse protocolo deve abranger todas as áreas do atendimento hospitalar, desde o ingresso do paciente até a sua saída da unidade. Nele são observadas questões como avaliação médica periódica, observação de uso do calçado, revisão de ocorrências, identificação de possíveis causas de queda, entre outras. Também envolve o processo de educação do paciente e dos profissionais, conforme orientado pelo Ministério da Saúde.

MEC divulga calendário de inscrições do Sisu, ProUni e Fies

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta segunda-feira (3) o calendário com os prazos de inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies). Os programas aumentam as chances de ingresso no ensino superior.

O Sisu é o sistema informatizado gerenciado pelo MEC que seleciona candidatos a vagas em cursos de graduação ofertadas pelas instituições públicas de educação superior.

Veja o calendário:

3 a 6 de agosto – Período de inscrição;

10 de agosto – Resultado da chamada única;

11 a 16 de agosto – Período para matrícula dos selecionados em chamada única.

Lista de Espera

10 a 16 de agosto – Prazo para manifestação de interesse em participar da lista de espera;

18 de agosto – Disponibilização da lista de espera para as instituições de ensino participantes;

19 de agosto – Início da convocação por parte das instituições de ensino dos selecionados por meio da lista de espera.

ProUni

O Prouni concede bolsas de estudo integrais e parciais de 50% em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, para estudantes brasileiros ainda não graduados, em instituições privadas de ensino superior.

Aplicação da CoronaVac continua suspensa; 2ª dose da vacina de Oxford segue no CMAE

Vacinação contra a Covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informa que a aplicação da 2ª dose da CoronaVac continua suspensa em Ilhéus. De acordo com a pasta, o município não recebeu até o momento quantitativo suficiente do imunizante, voltado ao reforço da vacinação. A Sesau reitera que a estratégia será retomada conforme a entrega de novas remessas. Os dias, horários e pontos de vacinação serão divulgados previamente, por meio dos canais oficiais da Prefeitura de Ilhéus.

Segundo comunicado do Ministério da Saúde (MS), o Brasil enfrenta dificuldades no recebimento de insumos destinados à fabricação do imunizante e consequente demora no fornecimento de vacinas para aplicação da 2ª dose da CoronaVac. Sendo assim, a continuidade da imunização é preocupante em todo o país, não apenas em Ilhéus.

2ª dose da vacina de Oxford – As pessoas que estão dentro do prazo de agendamento para aplicação da 2ª dose da vacina de Oxford/AstraZeneca, por sua vez, devem comparecer ao Centro Municipal de Atendimento Especializado (CMAE), no antigo Colégio Fênix, de segunda sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 15h. É indispensável a apresentação do CPF ou cartão do SUS e do cartão de vacinação constando a primeira dose.

Trabalhadores nascidos em março podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em março podem sacar, a partir de hoje (4) a primeira parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro havia sido depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 11 de abril.

Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro podia ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Regras

Pelas regras estabelecidas, o auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.

Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

Covid-19: Primeira carga com mais de 26 mil doses de vacina da Pfizer chega à Bahia

Famílias deixam terreno após Justiça ordenar reintegração de posse em Ilhéus, no sul da Bahia


Mandado de reintegração de posse é cumprido nesta segunda-feira, na BA 001

Mandado de reintegração de posse é cumprido nesta segunda-feira.

Cerca de 60 pessoas tiveram de deixar de um terreno localizado na Vila Kaimbé, na zona norte de Ilhéus, sul da Bahia, na manhã desta segunda-feira (3). O grupo saiu após uma ordem judicial de reintegração de posse da área.

O mandado de reintegração de posse foi expedido no dia 28 de abril, pelo juiz Cleber Roriz da 1ª Vara de Ilhéus, que determinou a retirada das pessoas que viviam na área ocupada desde 2015.

As famílias tiveram que desocupar as casas e retirar os objetos pessoais. Para auxiliar no trabalho de desocupação, foram disponibilizados caminhões para levar os pertences até um depósito que foi alugado pela proprietária do terreno.

Os imóveis construídos no local não serão destruídos. As famílias recorreram da decisão em segunda instância, no dia 29 de abril, e aguardam o resultado da decisão.

Cerca de 60 pessoas moravam em um terreno ocupado na Vila Kaimbé, em Ilhéus, desde 2015 — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Cerca de 60 pessoas moravam em um terreno ocupado na Vila Kaimbé, em Ilhéus, desde 2015 — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Saiba quem é Jack Bombom, suspeito de participar da morte da menina Maikele em Itabuna

Criminoso de altíssima periculosidade, ex-integrante da organização criminosa denominada Raio A, hoje um dos líderes de uma facção rival, Raio B, extinta em Itabuna, mas que atua em cidades da região. Vasta ficha criminal, 35 homicídios nas costas, e muita maldade no coração.

Assim é Jackson Vicente Pereira, o Jack Bombom. Ele atua fortemente para o crime organizado há, no mínimo, dez anos. Nesse intervalo, mesmo quando esteve preso, ordenava execuções diversas que aconteciam fora do presídio.

Jack Bombom é acusado de matar ou mandar matar mais de 35 pessoas em Itapetinga, Itororó e Itabuna. Sua quadrilha pratica o terror na região e frequentemente se envolve em confrontos com a policia ou mesmo com bandidos rivais.

Em 2010 perdeu seu braço direito, “U”, que morreu em confronto com a polícia. Em junho daquele ano, policiais da 21ª Coordenadoria de Polícia de Itapetinga, através da Operação Leão, prenderam cerca de 40 pessoas da quadrilha comandada por Jack Bombom.

Em 2011, de dentro do presídio mandou matar Adjovânio Fagundes Andrade, 45 anos, o Fagundes, dono de uma distribuidora de bebidas no bairro Lomanto, e que também estaria integrado ao movimento do crime organizado.

De lá pra cá, não parou mais de cometer crimes cruéis. E na noite deste domingo (02), é suspeito de participar da chacina ocorrida no bairro Lomanto, que vitimou fatalmente três pessoas, dentre elas, a menina Maikele de apenas seis anos de idade. A morte da garotinha, vítima de bala perdida, comoveu moradores de Itabuna e região. (Relembre aqui).

Testemunhas disseram que um dos três atiradores era, seguramente, Jack Bombom. A Polícia Civil investiga o caso. A sociedade questiona o porquê de criminosos de tamanha periculosidade como Jackson serem postos em liberdade com tamanha frequência, e espera que, tão logo, os criminosos do massacre deste domingo sejam punidos pelo que fizeram.

Links relacionados a Jack Bombom

  1. Comerciante é assassinado em distribuidora onde vendia drogas
  2. Comparsas de Jack Bombom começam a ser ouvidos pela Justiça de Itororó
  3. Preso acusado de integrar a quadrilha de “Jack Bombom”
  4. Presos serão transferidos do Conjunto Penal de Itabuna
  5. Líderes do crime em Itabuna já foram transferidos para presídio federal
  6. Escutas revelam que bandidos de Itabuna planejavam ataques e a compra de explosivos
  7. “Jack Bombom” será julgado em Itabuna dia 30 de março
  8. Detentos do presídio de Itabuna realizam Motim
  9. Traficante “Jack Bombom” é transferido para Conjunto Penal sob RDD, em Serrinha
  10. Dois homens são assassinados na Rua da Bananeira em Itabuna; criança é vítima de bala perdida e não resiste

Ilhéus registra queda na taxa de internações, casos e mortes por Covid-19

Leitos UTI Covid-19

No último mês, Ilhéus registrou queda na taxa de internações de pacientes com Covid-19. Os números também demonstram tendência de redução no índice de casos e mortes pela doença. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), houve diminuição de aproximadamente mil atendimentos no Centro Covid-19, comparando os meses de março e abril deste ano.

Referência na região sul da Bahia, o município prestou 4.527 atendimentos no mês de março, com 67 óbitos e média diária de 40 pacientes internados na UTI. Já em abril, o número de atendimentos caiu para 3.495. A média de internação diária era de 23 pacientes e o vírus vitimou 43 ilheenses.

Além das medidas restritivas adotadas pela Prefeitura para conter a disseminação da Covid-19, a estratégia de vacinação estruturada para atender idosos e grupos mais vulneráveis ao contágio da doença contribuiu significativamente para manter a tendência de queda. Embora o cenário apresente certa estabilidade, a Sesau alerta que a pandemia não acabou. As medidas restritivas versam sobre o toque de recolher, atualmente das 22h às 5h, e suspensão de eventos e atividades que geram aglomeração de pessoas.

“Essas medidas são necessárias para que a gente consiga manter a taxa de contaminação baixa e prestar uma assistência adequada para aquelas pessoas que necessitam de atendimento. Mesmo com relativa melhora, não podemos relaxar os cuidados. É extremamente importante que a população continue seguindo todas as medidas, com uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social”, explicou o prefeito Mário Alexandre.

O gestor reiterou que a colaboração da população continua sendo decisiva para frear o ritmo de transmissão do vírus, e, consequentemente, reduzir a taxa de ocupação de leitos e óbitos decorrentes da Covid-19.

O último boletim epidemiológico, divulgado no domingo (2), contabiliza 16.026 pessoas curadas e 207 pacientes infectados pela Covid-19. O município apresenta percentual de 84% de ocupação hospitalar, ou seja, dos 81 leitos de UTI habilitados, 20 estão ocupados com pacientes de Ilhéus e 48 abrigam pacientes oriundos de outras cidades baianas. Os dados são informados diariamente pela Sesau.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia