WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura itabuna secom bahia prefeitura ilheus sufotur secom bahia secom bahia

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: 2/abr/2024 . 10:18

Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo é celebrado nesta terça

Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo é celebrado nesta terça

Segundo OMS, uma em 100 crianças tem Transtorno do Espectro Autista

O autismo afeta uma em cada 100 crianças em todo o mundo, informa a Organização Mundial de Saúde (OMS) no Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo, comemorado nesta terça-feira (2). A data foi criada em 2007 pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de difundir informações sobre essa condição do neurodesenvolvimento humano e reduzir o preconceito que cerca as pessoas afetadas pelo Transtorno do Espectro Autista (TEA). 

O TEA é caracterizado por dificuldades na comunicação e interação social, podendo envolver outras questões como comportamentos repetitivos, interesses restritos, problemas em lidar com estímulos sensoriais excessivos (som alto, cheiro forte, multidões), dificuldade de aprendizagem e adoção de rotinas muito específicas.

“O autismo hoje é compreendido como espectro de manifestação fenotípica bastante heterogênea, ou seja, existem várias manifestações diferentes do autismo. E essas manifestações ocorrem também com sinais mais ou menos evidentes em algumas pessoas”, afirma o neuropsicólogo Mayck Hartwig.

O TEA pode se manifestar em três níveis, que são definidos pelo grau de suporte que a pessoa necessita: nível 1 (suporte leve), nível 2 (suporte moderado) e nível 3 (suporte elevado).

Coautora do livro Mentes Únicas e especialista em Distúrbios do Desenvolvimento, Luciana Brites afirma que o 2 de abril é importante para informar a população sobre o autismo.

“É um transtorno que tem impacto muito grande porque afeta principalmente a cognição social, os pilares da linguagem. Esse espectro tem diversas nuances que compõem o quadro. E é um quadro heterogêneo. De um lado você tem autistas com altas habilidades e outros com deficiência intelectual. Alguns com hiperatividade e outros mais calmos”, afirma Luciana.

Segundo ela, é importante ter um diagnóstico precoce, já que os primeiros sinais do TEA podem aparecer no segundo ano de vida.

““Quando conseguimos fazer a detecção antes dos três anos, a gente consegue, muitas vezes, mudar a realidade dessa criança, desse adolescente, desse adulto. As políticas públicas de educação e saúde precisam ser muito bem sustentadas para que se possa consiga avançar no desenvolvimento dessas crianças, que vão virar adolescentes e adultos”.

No Brasil, existe uma Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, conhecida como Lei Berenice Piana, criada em 2012, que garante aos autistas o diagnóstico precoce, tratamento, terapias e medicamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), além do acesso à educação, proteção social e trabalho.

Além disso, a política nacional considera o autista pessoa com deficiência para todos os efeitos legais. Em 2020, outra legislação, a Lei Romeo Mion, cria a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea), que pode ser emitida gratuitamente por estados e municípios.

A Ciptea é uma resposta à impossibilidade de identificar o autismo visualmente, facilitando a ele o acesso a atendimentos prioritários e a serviços a que tem direito, como estacionar em uma vaga para pessoas com deficiência.

A pessoa com TEA tem direito a receber um salário mínimo (R$ 1.412) por mês, por meio do Benefício de Prestação Continuada (BPC), caso seja incapaz de se manter sozinha e a renda per capita da família for inferior a um quarto do salário mínimo, ou seja, R$ 353.

Brasil passa a adotar esquema de dose única contra o HPV

Anúncio foi feito pela ministra da Saúde, Nísia Trindade

Por Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil – Brasília

A vacinação contra o HPV no Brasil, a partir de agora, passa a ser feita em dose única. O anúncio foi feito pela ministra da Saúde, Nísia Trindade, na noite dessa segunda-feira (1º). Até então, o país utilizava um esquema de duas doses para combater a infecção, principal causadora do câncer de colo de útero.

“Uma só vacina vai nos proteger a vida toda contra vários tipos de doença e de câncer causados pelo HPV, como o câncer de colo de útero. Não vamos deixar que crianças e jovens corram esse risco quando crescerem”, escreveu a ministra em seu perfil na rede social X, antigo Twitter.

Nísia pediu ainda que estados e municípios façam uma busca ativa por jovens com até 19 anos que não receberam nenhuma dose da vacina. Segundo ela, em 2023, foram aplicadas 5,6 milhões de doses do imunizante. “O maior número desde 2018 e um aumento de 42% no número de doses aplicadas em relação a 2022”.

“Agora, temos mais vacinas para proteger nossa população contra os riscos causados por esse vírus. Usar apenas uma dose de vacina foi uma decisão baseada em estudos científicos, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS)”, destacou.

Quem pode se vacinar

A imunização no Brasil, atualmente, é indicada para meninos e meninas de 9 a 14 anos; vítimas de abuso sexual de 15 a 45 anos (homens e mulheres) que não tenham sido imunizadas previamente; pessoas que vivem com HIV; transplantados de órgãos sólidos e de medula óssea; e pacientes oncológicos na faixa etária de 9 a 45 anos.

Testagem

Em março, o Ministério da Saúde anunciou a incorporação ao Sistema Único de Saúde (SUS) de um teste para detecção de HPV em mulheres classificado pela própria pasta como inovador. A tecnologia utiliza testagem molecular para a detecção do vírus e o rastreamento do câncer do colo do útero, além de permitir que a testagem seja feita apenas de cinco em cinco anos.

A forma atual de rastreio do HPV, feita por meio do exame conhecido popularmente como Papanicolau, precisa ser realizada a cada três anos. A incorporação do teste na rede pública passou por avaliação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), que considerou a tecnologia mais precisa que a atualmente ofertada no SUS.

A infecção

O HPV é considerado atualmente a infecção sexualmente transmissível mais comum em todo o mundo e o principal causador do câncer de colo de útero. A estimativa do ministério é que cerca de 17 mil mulheres sejam diagnosticadas com a doença no Brasil todos os anos.

Apesar de se tratar de uma enfermidade que pode ser prevenida, ela segue como o quarto tipo de câncer mais comum e a quarta causa de morte por câncer em mulheres – sobretudo negras, pobres e com baixos níveis de educação formal.

Dengue: Você precisa se cuidar e o município precisa saber!

Nesta terça-feira acontece ação para eliminar focos de dengue na Conquista

Bloqueio Costal  - Dengue

Imagem ilustrativa | Foto Sete Lagoas Notícias

O país está passando por um grande problema de saúde com o aumento considerável dos casos de dengue e nossa região não foge deste perigoso cenário. Por este motivo, é preciso que uma verdadeira força-tarefa seja criada, a fim não apenas de acabar com os focos de proliferação das larvas dos mosquitos Aedes aegypti, mas também, para conscientizar a população de que de nada adianta fazermos tudo certo em casa, se nosso vizinho também não faz a parte dele.

E esse compromisso vai além de eliminar os focos – locais onde pode-se acumular água –, mas também, notificar o sistema de saúde sobre sintomas da doença. Para que ações de controle como o bloqueio costal e fumacê aconteçam, é necessário que a vigilância epidemiológica seja notificada e isso acontece com o registro dos casos nas unidades de saúde.

Nas unidades de saúde, o paciente suspeito será classificado em grupo A e B e encaminhado para a realização de exames laboratoriais e sorologia. Hemograma e sorologia são realizados na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Avenida Esperança, de segunda a sexta-feira, das 07 às 11 horas e das 14 às 17 horas. A sorologia também pode ser realizada no PA Zona Sul, de quarta a sexta-feira, das 7 às 11 horas.

É necessário que o paciente seja encaminhado com a segunda via do preenchimento da ficha de notificação, ficha de contrarreferência e a solicitação do exame constatando cid da arbovirose.

Bloqueio Costal - DengueMaterial informativo | Sesau/Ilhéus

Bloqueio costal na Conquista, nesta terça-feira (02), a partir das 9 horas
Respondendo à ameaça da dengue, na manhã de hoje, terça-feira (02), acontece um bloqueio costal, onde, o agente usa uma bomba costal para lançar uma espécie reduzida do fumacê (o carro fumacê só é aplicado pelo Governo do Estado, mediante a um número mais elevado de notificações) , a partir das 9 horas, na região da Rua Santarém e Avenida Canavieiras, próximo à Associação Desportiva 19 de Março.

O bloqueio acontece conforme as notificações que chegam na Vigilância Epidemiológica, por meio das unidades de saúde. Assim, a equipe comparece ao local dos casos em até 15 dias de suas notificações, para realizá-lo.

Além do bloqueio costal, a Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde busca educar a comunidade, tanto sobre como sob quais condições um bloqueio costal é feito, como sobre a importância de erradicarmos os criadouros do mosquito, bem como, da notificação dos sintomas junto à rede municipal de saúde.

Dengue mata!
É importante lembrar que além da dengue, o mosquito Aedes aegypti também é responsável pela transmissão da Zika e da Chikungunya, doenças tão perigosas quanto a primeira, porém, menos fatal que ela.

Já a dengue é uma doença viral que tem como principais sintomas a febre alta, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulares, herança intelectual e fadiga. Em casos graves, a dengue pode levar a complicações graves, como hemorragia grave, choque e até mesmo morte, especialmente em crianças pequenas e em pessoas com sistemas imunológicos comprometidos.

Revisão do PDPI: participação popular é fundamental para o sucesso do projeto

Engajamento da comunidade através do formulário online fortalece o processo democrático de planejamento urbano

PDPI - Ilhéus_Clodoaldo Ribeiro

Foto: Clodoaldo Ribeiro

A revisão do Plano Diretor Participativo de Ilhéus (PDPI) está em pleno curso, marcando um momento muito importante para o desenvolvimento urbano da cidade. Desde o seu início, a participação popular tem sido destacada como um dos pilares fundamentais desse processo, sendo facilitada pelo uso de um formulário online para coleta de sugestões, que estará disponível até dia 15 de abril (link no final do texto).

A iniciativa em disponibilizar esse formulário demonstra um compromisso em envolver os cidadãos no planejamento do futuro da cidade. Através dele, os moradores têm a oportunidade de contribuir com ideias e demandas, garantindo que suas vozes sejam ouvidas e consideradas nas decisões que afetam diretamente suas vidas.

Os eixos temáticos abordados no formulário – Meio Ambiente e Território, Turismo, Cultura e Patrimônio, Dinâmica Urbana e Mobilidade – refletem as principais preocupações e aspirações da comunidade ilheense. Ao destacar pontos de atenção e pontos fortes em cada área, o formulário visa capturar uma ampla gama de perspectivas e contribuições.

A participação ativa dos cidadãos através do formulário online não só enriquece o processo de revisão do PDPI com uma diversidade de ideias e opiniões, mas também fortalece os princípios democráticos que regem o planejamento urbano. Ao final, um plano mais inclusivo e representativo será elaborado, refletindo verdadeiramente as necessidades e desejos da população de Ilhéus.

Portanto, todos os ilheenses precisam aproveitar essa oportunidade para fazer ouvir suas vozes e moldar o futuro da cidade de acordo com suas visões e valores. A participação popular através do formulário online é a chave para garantir que o Plano Diretor de Ilhéus seja verdadeiramente um reflexo das aspirações coletivas da comunidade.

Para poder fazer parte dessa construção, acesse:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSct0Rgs7c_XeLivcQFzdIzXUM_JMnVUAUbV2s3yFnOqxajbsQ/viewform?pli=1

O diagnóstico da primeira fase está disponível no site da Prefeitura de Ilhéus. Acesse:

https://drive.google.com/drive/folders/1UIMpQ-O-EcSZ6QV7biwuzKiOb_DQRc8r
Para esclarecer dúvidas e obter mais informações, o munícipe também pode entrar em contato através do e-mail: ilheus@grupomyr.com.br
Fonte: Assessoria  MYR/ESG Solutions (Empresa responsável pela revisão do PDPI).

Três jovens e um adolescente são mortos a tiros no sul da Bahia; vítimas tinham entre 17 e 26 anos

Três jovens e um adolescente são mortos a tiros no sul da Bahia

Três jovens e um adolescente foram encontrados mortos na manhã desta segunda-feira (1°), na zona rural da cidade de Barro Preto, no sul da Bahia. Segundo a Polícia Civil do município, os corpos tinham marcas de tiros e estavam amarrados uns nos outros.

Três jovens e um adolescente são mortos a tiros no sul da Bahia — Foto: Redes sociais

Três jovens e um adolescente são mortos a tiros no sul da Bahia — Foto: Redes sociais



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia