WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom bahia bahiatursa carnaval 2023 embasa bahia secom bahia gas secom bahia

janeiro 2023
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: 19/jan/2023 . 6:47

Confira lista com vagas de emprego divulgadas pelo SineBahia para Ilhéus e Itabuna nesta quinta-feira

Há vagas para mecânico de equipamentos, promotor de vendas, analista de RH entre outras profissões. [Confira lista de oportunidades completa no final da matéria]

Interessados devem buscar atendimento em uma das unidades do órgão. Não é preciso agendar e as senhas serão distribuídas conforme disponibilidade e por ordem de chegada. Todos devem levar carteira de trabalho física ou digital, RG, CPF, comprovante de residência, escolaridade e de vacinação contra a Covid-19, além dos documentos específicos pedidos por cada vaga.Ainda de acordo com o SineBahia, estão listadas apenas algumas das vagas disponíveis e elas estão sujeitas ao limite de encaminhamentos. Confira relação abaixo:

Vagas para Ilhéus

 

TÉCNICO DE SUPORTE DE TI – Exclusiva para Pessoas Com Deficiência
Ensino superior cursando em Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou Tecnologia de Informação
Experiência na função
Apresentar laudo atualizado
1 VAGA

TÉCNICO DE MANUTENÇÃO ELETRÔNICA – Exclusiva para Pessoas Com Deficiência
Ensino médio
Experiência na função
Apresentar laudo atualizado
1 VAGA

AUXILIAR DE AEROPORTO – Exclusiva para Pessoas Com Deficiência
Ensino médio
Experiência na função
Apresentar laudo atualizado
1 VAGA

ATENDENTE DE LOJA – ESTÁGIO
Ensino médio incompleto
1 VAGA

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO
Ensino superior ou técnico
Experiência comprovada em carteira
1 VAGA

CARPINTEIRO
Ensino superior ou técnico
Experiência comprovada em carteira
4 VAGAS

PROMOTOR DE VENDAS
Ensino médio
Experiência na função
Possuir disponibilidade para viajar
1 VAGA

VENDEDOR INTERNO
Ensino médio
Experiência na função
Residir próximo ao Centro
1 VAGA

MECÂNICO DE EQUIPAMENTOS
Ensino médio
Experiência comprovada em carteira
1 VAGA

VENDEDOR INTERNO
Ensino médio incompleto
Experiência na função
1 VAGA

OPERADOR DE EMPILHADEIRA
Ensino médio
Experiência na função
Curso na área
1 VAGA

AUXILIAR DE ALMOXARIFADO
Ensino médio
Experiência comprovada em carteira
Curso na área
1 VAGA

ALINHADOR DE PNEUS
Ensino fundamental
Experiência na função
Possuir Habilitação “AB”
1 VAGA

VENDEDOR DE SERVIÇOS
Ensino médio
Experiência na função
Possuir experiência com loja de autopeças
1 VAGA

MECÂNICO
Ensino fundamental
Experiência na função
1 VAGA

GERENTE DE ALIMENTOS E BEBIDAS
Ensino médio
Experiência comprovada em carteira
1 VAGA

TÉCNICO PROJETISTA I
Ensino médio técnico em Eletrotécnica ou Eletromecânica
Experiência comprovada em carteira
Possuir CNH “B”, CFT ativo e Curso NR10
Conhecimento em Leitura e interpretação de esquemas elétricos intermediário e Pacote Office
1 VAGA

TÉCNICO AGENTE RESPONSÁVEL
Ensino médio técnico em Eletrotécnica ou Eletromecânica
Experiência Comprovada em Carteira
Possuir CNH “B”, CFT ativo e Curso NR10
Conhecimento em processos de redes, CAD e em processo de construção ou manutenção de redes de distribuição
1 VAGA

Vagas para Itabuna

 

OPERADOR DE TELEMARKETING ATIVO DE VENDAS – Exclusiva para Pessoas Com Deficiência
Ensino médio
Não exige experiência
1 VAGA

AUXILIAR DE LINHA DE PRODUÇÃO – Exclusiva para Pessoas Com Deficiência
Ensino médio
Não exige experiência
1 VAGA

MECÂNICO MONTADOR
Ensino médio
Experiência mínima de 6 meses na CTPS
2 VAGAS

CALDEIREIRO
Ensino médio
Experiência mínima de 6 meses na CTPS
2 VAGAS

TELHADISTA
Ensino médio
Experiência mínima de 6 meses na CTPS
2 VAGAS

SERRALHEIRO
Ensino médio
Experiência mínima de 6 meses na CTPS
2 VAGAS

AUXILIAR ADMINISTRATIVO
Ensino médio
Diferencial curso técnico em Administração
Experiência mínima de 6 meses na área
Experiência com Excel
1 VAGA

PORTEIRO
Ensino médio
Experiência minima de 6 meses na área
1 VAGA

RECEPCIONISTA DE HOTEL
Ensino médio
Possuir experiência em atendimento e em vendas
Experiência mínima de 6 meses na área
1 VAGA

RECEPCIONISTA DE HOTEL NOTURNO
Ensino médio
Experiência mínima de 6 meses na CTPS
1 VAGA

REPRESENTANTE TÉCNICO DE VENDAS
Ensino médio
Experiência mínima de 6 meses na CTPS
Possuir disponibilidade para viajar
Possuir veículo próprio E CNH “A/B”
1 VAGA

INSTALADOR DE PAINEL DE ENERGIA SOLAR
Diferencial curso de Instalação de Sistemas Fotovoltaicos
Experiência na área
1 VAGA

ADMINISTRADOR FINANCEIRO
Possuir ensino superior em Administração, Economia ou áreas afins
Possuir experiência na área
Excel intermediário
Atuar como cobranças e lançamentos no sistema de contas
1 VAGA

VENDEDOR
Ensino médio
Ter experiência na área
1 VAGA

MÊCANICO
Ensino fundamental
Conhecimento em Mecânica linha leve ou pesada
Experiência na área
Possuir disponibilidade de horário
1 VAGA

OPERADOR DE RÁDIO
Superior completo ou cursando Recursos Humanos ou áreas afins
Experiência com liderança, gestão e pessoas, elaboração de projetos etc
Residir em Itabuna
1 VAGA

MOTORISTA DE ENTREGA
Ensino médio
Possuir experiência na área
Residir em Itabuna
CNH “D”
1 VAGA

AÇOUGUEIRO
Ensino médio
Possuir experiência na área
1 VAGA

CONSULTOR EMPRESARIAL
Curso superior incompleto em Administração, Recursos Humanos, Marketing, Gestão Comercial ou áreas afins
Pós – graduação em Gestão de Negócios ou áreas afins
Experiência mínima de 6 meses na CTPS
Atuar como palestrante, consultoria e instrutória e recrutamentos
Disponibilidade para viajar e CNH “B”
6 VAGAS

ANALISTA FINANCEIRO
Curso superior incompleto em Administração, Ciências contábeis ou Economia
Experiência mínima de 6 meses
1 VAGA

OPERADOR DE EMPILHADEIRA
Ensino fundamental
Experiência mínima de 3 meses na CTPS
1 VAGA

GARÇOM
Ensino médio
Não exige experiência
1 VAGA

OPERADOR DE TELEMARKETING ATIVO
Ensino médio
Não exige experiência
1 VAGA

OPERADOR DE TELEMARKETING HOME OFFICE
Ensino médio
Não exige experiência
Necessário possuir computador de mesa/notebook, headset e webcam
50 VAGAS

FUNILEIRO DE AUTOMÓVEIS
Ensino fundamental
Experiência mínima de 3 meses na CTPS
1 VAGA

PINTOR DE AUTOMÓVEIS
Ensino fundamental
Experiência mínima de 3 meses na CTPS
1 VAGA

PINTOR DE ESTRUTURAS METÁLICAS
Ensino fundamental
Experiência mínima de 3 meses na CTPS
1 VAGA

TRABALHADOR RURAL
Ensino fundamental
Experiência mínima de 6 meses na CTPS
1 VAGA

TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO
Curso técnico em Ar Condicionado
Experiência mínima de 6 meses na área
Habilidade com refrigeradores, lavadoras, microondas e bebedouros
Residir em Itabuna
5 VAGAS

Mãe acusada de matar seu filho Rafael, de apenas 11 anos, é condenado a 30 anos de cadeia

Por Redação, RBS TV Passo Fundo e g1 RS

Caso Rafael: veja leitura da sentença contra Alexandra Dougokenski

Caso Rafael: veja leitura da sentença contra Alexandra Dougokensk

mulher acusada de matar o próprio filho em Planalto, no Norte do Rio Grande do Sul, em maio de 2020, foi condenada a 30 anos e dois meses de prisão pelo crime nesta quarta-feira (18). Alexandra Salete Dougokenski respondia pela morte de Rafael Mateus Winques, de 11 anosEntenda o caso abaixo.

Alexandra deverá iniciar o cumprimento da pena em regime fechado, mantida sob prisão preventiva. Além disso, ela também foi condenada a cumprir mais seis meses de detenção e 30 dias-multa.

Os jurados consideraram a ré culpada pelos crimes de homicídio qualificado (motivo torpe, motivo fútil, asfixia, dissimulação e recurso que dificultou a defesa), ocultação de cadáverfalsidade ideológica e fraude processual.

Segundo o advogado de Alexandra, Jean Severo, a defesa deve recorrer da condenação e pedir a anulação do júri.

Do lado de fora, integrantes da promotoria, responsável pela acusação, foram recebidos com festa por populares.

Alexandra é amparada pelo advogado durante júri em Planalto — Foto: Juliano Verardi/TJRS

Alexandra é amparada pelo advogado durante júri em Planalto — Foto: Juliano Verardi/TJRS

Três dias de júri

 

Na segunda-feira (16), primeiro dia do julgamento, depuseram uma ex-professora de Rafael e dois delegados que participaram da investigação. Na terça (17), os jurados ouviram familiares da vítima e da ré, como o irmão de Rafael e filho de Alexandra, o pai do menino, além do irmão e a mãe da acusada.

 

Rafael Mateus Winques está desaparecido desde sexta-feira  — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Rafael Mateus Winques está desaparecido desde sexta-feira — Foto: Divulgação/Polícia Civil

No terceiro dia de júri, houve interrogatório da ré Alexandra Dougokenski. Ela responsabilizou o ex-companheiro Rodrigo Winques pela morte do filho. Tanto Rodrigo quanto sua defesa negam a versão apresentada pela ré.

“Me disse a todo momento que, se eu contasse alguma coisa, ele ia voltar e matar toda a minha família”, afirmou.

VÍDEO: mãe de Rafael Winques fala sobre dia da morte da criança

Após essa etapa, os jurados assistiram ao debate entre acusação e defesa, antes de se reunirem para definir a sentença de Alexandra. “Mãe nenhuma colocaria o corpo do próprio filho no lixo, na casa do lado”, afirmou o promotor Diogo Taborda.

A defesa sustentou que o pai de Rafael seria responsável pelo crime, sugerindo que ele havia mentido sobre sua localização no dia da morte do menino. “A absolvição da Alexandra é uma oportunidade de reconstruir a vida do filho. Vocês vão estar absolvendo duas pessoas: ela e esse menino”, disse o advogado Jean Severo.

Do lado de fora do fórum, manifestantes pediram “justiça” no caso e “pena máxima” para Alexandra.

Manifestação de populares no lado de fora do fórum de Planalto — Foto: Juliano Verardi/TJRS

Manifestação de populares no lado de fora do fórum de Planalto — Foto: Juliano Verardi/TJRS

Nova investigação

A Justiça de Farroupilha, na Serra, determinou que a Polícia Civil realize novas investigações sobre a morte de José Dougokenski, ex-companheiro de Alexandra. Ele foi encontrado morto em 2007, num caso inicialmente concluído como suicídio. A família suspeita que ele tenha sido morto e por isso o caso foi reaberto.

O juiz Enzo Carlo de Gesu determinou que a polícia vá até a casa da vítima, em Linha Julieta, interior de Farroupilha, para ver se ela ainda existe e para que lá possa ser feita a reconstituição do caso. Por fim, o juiz solicitou o registro de ligações à Brigada Militar no dia 5 de fevereiro de 2007, quando José foi encontrado morto.

José é o primeiro marido de Alexandra Dougokenski, e morreu na casa do casal, em Farroupilha, em 2007 — Foto: Arquivo pessoal

José é o primeiro marido de Alexandra Dougokenski, e morreu na casa do casal, em Farroupilha, em 2007 — Foto: Arquivo pessoa

Júri cancelado

 

O julgamento havia começado em março de 2022, mas foi encerrado cerca de 11 minutos depois, devido a um desentendimento entre a defesa e a acusação. Os defensores da ré levantaram questão de ordem, mencionando a existência de um suposto áudio que foi encontrado no telefone do pai de Rafael, Rodrigo Winques, enviado às 23h55 do dia 15 de maio, ou seja, depois do crime.

Caso Rafael: 1º sessão de júri tem discussão e é encerrada após 11 minutos no RS

Rafael desapareceu no dia 15 de maio de 2020. A mãe dizia ter deixado a criança no quarto para dormir e quando acordou, no dia seguinte, ele não estava mais no local. Conforme o relato da mãe à polícia, a cama estava desarrumada e a porta da casa encostada. O local não tinha sinais de arrombamento.

A mãe de Rafael, até então considerado desaparecido, deu uma entrevista pedindo ajuda para encontrar o filho. “A gente quer uma luz, uma noticiazinha que, sabe, que diga ‘a gente viu esse menino em tal lugar'”, disse Alexandra. Na época, a polícia não descartava nenhuma linha de investigação.

A Polícia Civil encontrou o corpo de Rafael no dia 25 de maio, por volta das 17h30. Alexandra Dougokenki confessou o crime, dizendo que teria dado um medicamento para o filho, considerado por ela um menino nervoso. A suspeita foi presa.

Rafael Winques, menino morto em Planalto — Foto: Reprodução/RBS TV

Rafael Winques, menino morto em Planalto — Foto: Reprodução/RBS TV

Governo Bolsonaro liberou em média 619 novas armas por dia para CACs; 47% dos registros foram em 2022

Por Arthur Stabile, g1

Bolsonaro durante protesto de 7 de Setembro na Avenida Paulista, em São Paulo — Foto: PAULO LOPES / AFP

Bolsonaro durante protesto de 7 de Setembro na Avenida Paulista, em São Paulo — Foto: PAULO LOPES / AFP

O governo de Jair Bolsonaro (PL) concedeu em média 691 registros de novas armas por dia para CACs (grupo formado por caçadores, atiradores e colecionadores) nos quatro anos de mandato do ex-presidente. Foram ao todo 904.858 registros para aquisição de armas entre 2019 e 2022, indicam dados do Exército obtidos pelo g1 via Lei de Acesso à Informação.

Esta é a primeira vez em que é divulgado o total de novas armas liberadas por Bolsonaro em todo o seu mandato, desde a posse, em 1º de janeiro de 2019, até dezembro de 2022. Bolsonaro tinha entre suas principais pautas o armamento da população.

Os registros concedidos aos CACs ao longo do governo Bolsonaro representam a liberação de 26 novas armas por hora no país nos últimos quatro anos.

O número de pessoas com certificado de CAC deu um salto no governo Bolsonaro. Cresceu 474%, segundo dados do Anuário de Segurança Pública, que considera licenças para atividades de caçador, atirador desportivo e colecionador concedidas até 1º de julho de 2022. O número de pessoas com registro de CAC passou de 117,5 mil em 2018, antes de Bolsonaro assumir, para 673,8 mil.

Aumento constante

 

O ano passado concentrou a maior quantidade de novas armas liberadas: 431.131, ou 47% do total. Houve crescimento constante desde 2019, quando ocorreram 78.335 liberações. Em 2020, foram 137.851, e em 2021, o número passou para 257.541.

O último ano do governo Bolsonaro representa crescimento de 625% quando comparado com 2018, último ano do governo de Michel Temer (MDB), seu antecessor, quando CACs receberam autorização para adquirir 59.439 novas armas.

Em seu mandato, Bolsonaro editou decretos que facilitaram o acesso a armas, inclusive as de grosso calibre e uso restrito, como fuzis, com critérios menos rígidos para posse e aquisição, bem como maior limite de munições disponíveis por ano para CACs.

Os decretos foram parcialmente suspensos pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em setembro de 2022. No dia 2 de janeiro, o presidente Lula (PT) revogou as normas sobre armas e definiu novas regras, dentre as quais a suspensão de novas concessões para CACs registrarem novas armas.

Aumento da procura

 

Um dos motivos para a alta procura por armas no governo Bolsonaro é a facilitação do acesso e registro das armas. Diretor do Instituto Sou da Paz, especializado em segurança pública, Bruno Langeani conta que o instituto acompanha a categoria de CACs desde os anos 1990 e que esse era um grupo “muito residual, de pouquíssimas pessoas”.

“Demoramos décadas para essa categoria ter 100 mil armas e, em um período muito curto, vimos esse número explodir. Hoje já ultrapassou mais de um milhão de armas na categoria, a maior parte nestes quatro anos”, afirma.

Entenda o que é o registro CAC

Entenda o que é o registro CAC

Segundo ele, não houve uma disparada no interesse pela prática do tiro esportivo, mas sim a maior facilidade de solicitação por meios eletrônicos. “O que explica esse aumento é tanto uma facilitação desse acesso e registro no Exército quanto a liberação do porte de trânsito”, afirma, ao citar as regras menos rígidas para CACs andarem com suas armas nas ruas a caminho de clubes de tiro, por exemplo.

Sobre o fato de 2022 ser o ano com maior quantidade de registros liberados, o diretor do Sou da Paz avalia que é tanto reflexo da pandemia de coronavírus quanto um ajuste do mercado armamentista no Brasil.

“Muitas das estavam lojas fechadas, o que freou as vendas e, quando a pandemia melhora, cresce forte em 2021. Em 2022, nos parece puxado tanto pelo ex-presidente [Bolsonaro], mas também pela adaptação do mercado para trazer modelos e calibres novos, antes não liberados com pouca opção disponível. Isso foi adaptado, e mais e mais importadoras ficaram disponíveis para o mercado nacional”, diz o diretor.

Langeani alerta que o grande número de armas que entraram em circulação recentemente representa risco num contexto de violência política crescente, com ações de bolsonaristas cada vez mais radicalizados. Além disso, há esquemas fraudulentos envolvendo a emissão de licenças para desviar armas compradas no mercado legal ao crime organizado.

“Vemos a violência política alimentada por armas registradas oficialmente no Exército. E houve explosão no esquema criminoso de fornecimento de armas, ou para milícias ou para grupos que atuam no estilo do novo cangaço [quadrilhas especializadas em roubos a banco], que compram armas mais baratas e com documento”, afirma.

Um levantamento do Instituto Sou da Paz divulgado pelo Fantástico há quase ano mostrou que uma grande quantidade de armas compradas no mercado legal vai parar nas mãos de bandidos.

Os pesquisadores analisaram quase 24 mil ocorrências policiais entre os anos de 2011 e 2020 e descobriram uma relação surpreendente entre os modelos mais roubados, furtados e extraviados e os tipos de armas encontrados com criminosos.

Com investimento total de US$ 1,5 bilhão, Bahia terá primeiro projeto de hidrogênio verde em escala industrial no Brasil

A Unigel – uma das maiores empresas químicas da América Latina e maior fabricante de fertilizantes nitrogenados do país – reforça o patamar de pioneira no mercado de hidrogênio verde, como a primeira empresa no Brasil a produzir o insumo em escala industrial.

 

A companhia acaba de anunciar novos investimentos relacionados a este que é o primeiro projeto em escala industrial do país, com projeções que chegam a US$ 1,5 bilhão (R$ 7,8 bilhões, na cotação atual). Outros projetos-piloto existem, como nos estados do Ceará e do Rio de Janeiro, todos em caráter experimental.

 

A fábrica de hidrogênio da Unigel terá investimentos em três fases. Na primeira etapa do projeto, já em construção, a empresa está investindo US$ 120 milhões e contará com a tecnologia de eletrólise de alta eficiência da alemã thyssenkrupp nucera.

“Temos inúmeros diferenciais que nos permitem liderar o Brasil rumo à economia do hidrogênio e amônia verdes. Primeiro, a Unigel já tem capacidade de produção de amônia suficiente para dar destino ao hidrogênio verde. Além disso, temos acesso à infraestrutura e a fontes de energia limpa e competitiva no Polo Petroquímico de Camaçari. Por fim, a Unigel também opera um dos dois únicos terminais de amônia no Brasil, localizado no porto de Aratu, também na Bahia”, destaca Roberto Noronha Santos, CEO da empresa.

Governo determina prioridade nas investigações sobre duplo homicídio de jovens indígenas no extremo sul da Bahia

Polícia Civil reforça equipes na região para elucidar crime e Polícia Militar intensifica a segurança

O governador Jerônimo Rodrigues convocou uma reunião com secretários e gestores, nesta quarta-feira (18), para alinhar as ações do Governo do Estado na investigação dos homicídios de dois jovens indígenas na cidade de Itabela, no extremo sul da Bahia e sobre as providências adotadas para o controle dos conflitos na região. Participaram do encontro, o vice-governador, Geraldo Júnior, e os secretários da Segurança Pública, Marcelo Werner, das Relações Institucionais, Luiz Caetano, da Justiça e Direitos Humanos, Felipe Freitas. Também estiveram presentes, a secretária de Promoção da Igualdade Racial, Ângela Guimarães, a superintendente de Políticas para os Povos Indígenas, Patrícia Pataxó, e o chefe de gabinete do governador, Adolpho Loyola.

 

Conforme informações da Polícia Civil (PC), as vítimas Nawir Brito de Jesus, 17 anos, e Samuel Cristiano do Amor Divino, de 25, foram alvejadas, no final da tarde desta terça-feira (17), no distrito de São João do Monte, entre os municípios de Itabela e Itamaraju.

 

“Dentro dos fatos graves que aconteceram ontem, de imediato foi determinado a prioridade na investigação, equipes da Polícia Civil se deslocaram até o local para realizar diligências em busca dos autores do delito. O policiamento também foi reforçado através da Polícia Militar (PM) que já reforçou as equipes da força-tarefa naquela região a fim de evitar outros delitos dessa natureza”, explicou o titular da SSP.

Prefeitura de Ilhéus recupera acesso ao Banco do Pedro e intensifica serviços nas estradas vicinais

 

estradas vicinais

Em atendimento ao cronograma de melhorias, a Prefeitura de Ilhéus realiza um trabalho intensivo de recuperação das estradas vicinais. Nesta etapa, as equipes da Secretaria Especial de Agricultura, Pesca e Interior (SEAPI) concentram as ações no acesso ao Distrito de Banco do Pedro, visto que na próxima semana a comunidade vai celebrar os festejos em homenagem ao Senhor do Bonfim, padroeiro da localidade.

Além disso, a manutenção se estende às estradas de Japu, Ponta da Tulha e Mamoã. Conforme a pasta, as comunidades de Coutos, Santo Antônio, Repartimento, seguindo até o Rio de Engenho, Aderno, Tibina e Rio do Braço serão contempladas nas próximas etapas.

Os serviços compreendem a recuperação da via, limpeza das laterais para o escoamento da água, patrolamento e encascalhamento reforçado. A SEAPI informa que o andamento da operação depende de condições climáticas favoráveis.

 

estradas vicinais

A recuperação das estradas faz parte do cronograma contínuo, sendo uma das metas da gestão do prefeito Mário Alexandre, com foco na segurança e qualidade do transporte dos estudantes da rede municipal de ensino e dos pequenos agricultores.

“Os serviços estão a todo vapor. Com muito empenho, luta e determinação a gente consegue avançar e levar diversas melhorias para o nosso povo”, destacou o prefeito.

Progressivamente, a administração municipal desenvolve os serviços em todas as estradas, oferecendo melhores condições para que a população residente na zona rural tenha segurança e conforto para trafegar pelas vias.

Segundo a SEAPI, junto à Defesa Civil Nacional, a Prefeitura busca recursos para recuperar os trechos mais críticos, principalmente aqueles diretamente afetados pelas fortes chuvas registradas no final do ano passado.

Aqui tem Saúde | Com médicos em todas as unidades, Ilhéus reforça atendimento na Atenção Básica

A gestão prefeito Mário Alexandre visa ampliar os serviços da rede primária e garantir assistência médica em 36 postos de saúde da cidade

atendimento; ubs; médico

A Prefeitura de Ilhéus atendeu cerca de 150 mil pessoas na Atenção Básica em 2022, conforme dados da Secretaria de Saúde (Sesau). Os números refletem o empenho e a determinação da gestão do prefeito Mário Alexandre para ampliar os serviços da rede primária e garantir assistência médica em 36 postos de saúde da cidade.

Somente no ano passado, o Município modernizou e entregou seis unidades, sendo quatro Estratégias Saúde da Família (ESFs), localizadas na Barra de Itaípe, Conquista, Nelson Costa e Nossa Senhora da Vitória, e duas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), na Conquista e no Iguape. Além do atendimento fixo, a Sesau leva assistência aos moradores da zona rural, por meio do programa Saúde na Comunidade.

Entre os serviços disponíveis estão exames de rotina, sala de vacinação e procedimentos menos complexos. Os usuários também têm acesso a medicamentos, atendimento pré-natal, acompanhamento de hipertensos, diabéticos e de outras doenças, mediante agendamento prévio.

atendimento; ubs; médico

“Todos os postos de saúde contam com médicos atendendo diariamente. Por determinação do prefeito Mário Alexandre, as equipes estão focadas em prestar uma assistência de qualidade à população, a fim de atender as demandas da nossa rede e promover o bem-estar de cada cidadão”, explica André Cezário, titular da Sesau.

A rede primária é a porta de entrada do SUS. Nas unidades básicas de saúde as pessoas podem agendar consultas, aferir pressão arterial ou marcar consulta com clínico geral, ginecologista, pediatra, dentista e nutricionista.

Cerca de 80% dos problemas de saúde da população são tratados nas UBSs, sem a necessidade de encaminhamento para UPA, PA da Zona Sul ou hospitais. Os postos são responsáveis por absorver os atendimentos não urgentes, ou seja, quando os usuários podem aguardar, sem comprometer a saúde.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia