WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

bahia secom bahia gas prefeitura ilheus secom bahia

outubro 2022
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: 26/out/2022 . 10:55

CVR Costa do Cacau completa dois anos e contribui com fim dos lixões e incentivo à coleta seletiva

A CVR Costa do Cacau está completando dois anos de atividades. Única empresa do Sul da Bahia credenciada pelo Inema e Ibama para destinação de resíduos sólidos, a CVR atende à diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos e do Marco Regulatório de Saneamento.

Localizada numa área de 75 hectares às margens da Rodovia Jorge Amado (Ilhéus-Itabuna), o empreendimento atua com foco na sustentabilidade, contribuindo para extinção de lixões em cidades como Itabuna, Ilhéus e Itacaré e apoiando projetos de coleta seletiva e de conservação ambiental.

Em Itabuna, a CVR Costa do Cacau apoiou a capacitação dos catadores e a construção do Centro de Triagem Reciclagem e em Itacaré, além de implantar uma Estação de Transbordo, foi parceira na construção do Centro de Triagem e Econegócios, garantindo condições dignas de trabalho a centenas de catadores, mesmo processo em execução em Ilhéus. Também foram distribuídos ecopontos nos municípios, para incentivar população a aderir à coleta seletiva. O fim dos lixões e a destinação correta de resíduos, além da questão ambiental e da qualidade de vida da população, é considerada fundamental para atrair novas empresas e aquecer a economia sulbaiana, gerando emprego e renda.

O prefeito de Itabuna Augusto Castro (PSD), destaca a parceria com a CVR Costa do Cacau e a importância de fazer a Lei de destinação dos resíduos sólidos. “Fomos o primeiro município no sul da Bahia, a firmar contrato com a CRV Costa do Cacau e assim demos fim ao antigo lixão, onde famílias tiravam o sustento de forma subhumana. Hoje, além de dar uma destinação correta aos resíduos sólidos, as pessoas que dependiam do antigo lixão, agora trabalham de forma digna, através da Associação de Agentes Ambientais e Catadores de Materiais Recicláveis de Itabuna (AACRRI)”, afirma Castro.

O prefeito de Ilhéus, Mario Alexandre ressalta que “a contribuição da CVR foi extremamente importante para atender as necessidades ambientais e sociais com o impacto positivo do fim do lixão. Além da destinação correta dos resíduos, vamos investir na coleta seletiva, inserindo os catadores no mercado de trabalho em condições dignas”. “Isso numa cidade turística como Ilhéus é fundamental na preservação da natureza e valorizando a conservação da Mata Atlântica”, diz Mario Alexandre.

Já o secretário de Meio Ambiente de Itacaré, Marcos Luedy, destaca que “o programa Lixão Nunca Mais teve o apoio importante da CVR Costa do Cacau, que atende todas as normas para a destinação correta de resíduos. A CVR oferece aos municípios as condições de atender a região numa área fundamental para a conservação do meio ambiente, numa região que precisa valorizar os seus recursos naturais”.

Além de prefeituras, a CVR atende empresas como Shopping Jequitibá, Atacadão, Big Bompreço, Bamin/Porto Sul, OLAM Cacau e Joanes.

MEIO AMBIENTE

A conservação ambiental é um dos focos principais da CVR Costa do Cacau. Durante esses dois anos, foram distribuídas milhares de mudas para prefeituras, escolas, associações de moradores e prefeituras, para projetos de arborização e recuperação de matas ciliares. Em breve, a empresa vai implantar o Centro de Educação Ambiental, para a promoção de palestras e apresentações com uma ampla abordagem da educação socioambiental.

A estrutura do empreendimento inclui os sistemas de recepção e áreas de armazenamento de e os projetos de expansão incluem reciclagem para o beneficiamento de material com a instalação de ecoindústrias e produção de energia a partir do gás metano.

O diretor comercial da CVR Costa do Cacau, Rodrigo Zaché faz uma avaliação positiva dos dois anos do empreendimento. “a CVR se consolida como um equipamento de utilidade pública que vem prestando um serviço essencial para a região”. “Além do conceito ambiental, a CVR se destaca em vários projetos de inclusão social e capacitação, incentivando a coleta seletiva, fortalecendo o surgimento e ampliação de polos industriais, que também precisam atender a legislação que determina a destinação adequada de resíduos”.

MARCA AMBIENTAL

A CVR Costa do Cacau tem participação acionária do grupo capixaba Marca Ambiental, com 26 anos de experiência na construção e operação de centrais de tratamento de resíduos. A Marca Ambiental é uma empresa pioneira e a maior do Espírito Santo, atuando desde 1995 em soluções completas para resíduos, com forte impacto para a preservação ambiental e foi fundamental para que o estado atingisse a meta de lixão zero.

Regularização de ocupante de lote em assentamento pode ser feita via internet

”””””’
Um novo serviço está disponível para regularizar os ocupantes de lotes em assentamentos do Incra por meio da Plataforma de Governança Territorial (PGT). A novidade é direcionada às famílias que ocupam lotes sem autorização do Instituto em áreas de reforma agrária criadas antes de 22 de dezembro de 2014. Também é necessário comprovar a exploração da parcela antes de 22 de dezembro de 2015, conforme prevê o artigo 26-B da Lei 8.629/93.

Para solicitar a regularização, é preciso ter uma conta gov.br e acessar a plataforma no endereço pgt.incra.gov.br. O interessado deve clicar no campo “Entrar” no canto superior direito da PGT e realizar o acesso com a conta gov.br. Depois, selecionar a opção “Solicitar Regularização de Ocupantes em Assentamentos”.

É necessário informar dados como o nome do assentamento e a data em que passou a explorar o lote, por exemplo. Também deve ser anexada cópia de documentos que comprovem a ocupação da parcela e outros que possam auxiliar no atendimento da demanda, conforme requisitado na plataforma.

Posteriormente o solicitante poderá acompanhar o andamento do requerimento na própria PGT, na opção “Consulta de Regularização de Ocupantes em Assentamentos”.

A plataforma cruza informações existentes nas bases de dados do Incra e de outras instituições públicas, a fim de checar a veracidade das informações fornecidas pelo interessado e se ele atende aos requisitos legais para se tornar beneficiário da reforma agrária.

A partir da solicitação, um analista do Incra verifica o pedido, confere os documentos anexados e emite parecer. Caso o ocupante preencha as exigências legais, será homologado como beneficiário da reforma agrária, terá o Contrato de Concessão de Uso (CCU) emitido e poderá acessar políticas de apoio à agricultura familiar. Em caso de alguma inconformidade, o requerente será notificado por e-mail ou poderá consultar presencialmente o problema em uma unidade de atendimento do Incra.

A novidade traz segurança e agilidade ao processo de regularização de ocupantes dos lotes da reforma agrária em conformidade com a legislação vigente. Além disso, dispensa o interessado de ter que se deslocar até uma unidade do Incra para fazer o pedido.

Vedações

Para ser regularizado, o solicitante não pode se enquadrar nas situações citadas (vedações) no artigo 20 da Lei 8.629/93.

Por isso, servidores públicos; quem foi excluído do programa de reforma agrária, de regularização fundiária ou de crédito fundiário; proprietário rural – exceto o desapropriado do imóvel e o agricultor cuja propriedade seja insuficiente para o sustento da família; proprietário, cotista ou acionista de empresa em atividade; menor de dezoito anos não emancipado; ou com renda familiar de atividade não agrária superior a três salários-mínimos mensais ou superior a um salário-mínimo por pessoa não serão regularizados no lote.

O serviço digital permitirá ao Incra identificar casos de ocupação irregular de lotes nos assentamentos da reforma agrária e possibilitará a regularização nos casos previstos na legislação. É o primeiro passo para as famílias serem assentadas e no futuro se tornarem proprietárias em definitivo de seus lotes.

Acesse o serviço “Solicitar Regularização de Ocupantes em Assentamentos” em pgt.incra.gov.br com sua conta gov.br.

Ilhéus amplia estratégia de vacinação contra a Poliomielite; confira dias e locais

 

pólio

 

A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), ampliou a Campanha de Multivacinação na cidade. De 24 a 27 de outubro, a secretaria promove a semana da vacinação contra a Poliomielite, com oferta do imunizante para crianças menores de cinco anos. A ação acontece das 8h às 11h, em 12 unidades básicas de saúde.

O objetivo é reduzir o risco de reintrodução da pólio, bem como garantir todas as vacinas recomendadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI). É indispensável a presença dos pais ou responsável legal, bem como a apresentação da Caderneta de Vacinação da Criança, Cartão Nacional do SUS e RG ou certidão de nascimento.

A poliomielite é uma doença contagiosa aguda causada por um vírus que pode provocar paralisias irreversíveis e fatais. A vacinação é a principal forma de prevenção.

“O grande objetivo dessa campanha é evitar que o Brasil volte a ter circulação desse vírus e a estratégia que temos é realizar a vacina. Por isso, pedimos aos pais que levem seus filhos durante a semana, e que também busquem as unidades de saúde para conferir se alguma outra vacina precisa ser colocada em dia”, orienta André Cezário, titular da Sesau.

Confira abaixo os dias e locais. Em todas as unidades, a vacinação estará disponível das 8h às 11h.

Segunda-feira (24/10) – Módulo Centro

– ESF Basílio;

– ESF Conquista;

CAE III;

Terça-feira (25/10) – Módulo Norte

– UBS Sarah Kubitschek;

– UBS Iguape;

– UBS Avenida Esperança;

Quarta-feira (26/10)

– ESF Nossa Senhora da Vitória;

– UBS Hernani Sá;

– UBS Olivença;

Quinta-feira (27/10)

– ESF Salobrinho;

– UBS Banco da Vitória;

– UBS Euler Ázaro

Ilhéus registra 15 ocorrências devido às chuvas de ontem, segunda-feira (24)

chuvas 

A Defesa Civil recebeu 15 chamados em decorrência das fortes chuvas que atingiram Ilhéus nas últimas 12 horas. De acordo com o órgão, a maioria das solicitações está relacionada a alagamentos e obstrução de vias. O Município trabalha com duas frentes de patrulha mecanizada, em bairros da Zona Sul e no Teotônio Vilela, a fim de prestar assistência necessária às famílias e minimizar os danos causados pelo temporal.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), era esperado um volume de chuva de 25 milímetros nesta segunda-feira (24). No entanto, o índice pluviométrico chegou a 71 milímetros, o equivalente a quase três vezes do previsto. As ocorrências foram registradas nos bairros Nossa Senhora da Vitória, Hernani Sá, Banco da Vitória, Centro, Conquista, Tapera e Teotônio Vilela.

Na Zona Sul, a equipe realiza o serviço de desobstrução de canais, no Hernani Sá e na Faelba. No Teotônio Vilela, a desobstrução acontece nas ruas Padre João Borges, Belo Horizonte e nos loteamentos Del Rey e Badaró. Os chamados por risco de deslizamentos foram registrados na Avenida Belmonte, na Conquista, e na Rua Dois de Julho, no Banco da Vitória.

 

chuvas 

A Prefeitura informa que houve pontos de alagamento na região central da cidade no período da manhã, causando transtorno em todo o comércio. Todavia, as equipes já realizaram a desobstrução dos locais mais críticos.

Segundo dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), são esperados acumulados de chuva de 85 milímetros até quinta-feira (27). Os ventos fortes podem gerar rajadas de até 70 km/h. Atualmente, Ilhéus possui dois pluviômetros, um no bairro da Conquista e outro no Malhado.

Alerta continua – As atenções devem ser redobradas quanto a inundações, alagamentos, deslizamento e escoamento de terras, principalmente em morros e terrenos de encostas. Em caso de emergência, as pessoas devem ligar para o número: (73) 98178-2255.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia