WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura ilheus secom bahia

setembro 2022
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  


Rita Santana toma posse na Academia de Letras de Ilhéus

A escritora Rita Santana tomará posse na Academia de Letras de Ilhéus, no da 24/09 (sábado), às 19 horas, a solenidade ocorrerá na sede da Academia.  A chegada da escritora na Academia é aguardada com entusiasmo pelos confrades e confreiras, assim como pelos familiares e amigos da poeta e, especialmente, por seus leitores.

A eleição de Rita Santana para a Academia de Letras de Ilhéus ocorreu em junho deste ano após a indicação via carta subscrita por diversos membros da Academia e homologação ocorrida em reunião do sodalício, que definiu o nome da professora Rita Santa para a cadeira nº 37, que pertenceu ao jurista Mário Albiani, falecido em 11 de julho do ano passado.

A escritora Rita Santana é natural de Ilhéus e bastante conhecida nos meios culturais do sul da Bahia e em Salvador, em razão de seu trabalho como escritora, atriz e professora. Ela possui livros de contos e poesia, além de diversos textos em antologias publicadas no Brasil e no exterior. O seu nome é verbete no site da Universidade Federal de Minas Gerais e o livro de poesia “Alforrias” publicado pela Editus é considerado uma obra prima da literatura baiana contemporânea.

 

A escritora Rita Santana será saudada pelo professor universitário, ensaísta e poeta Aleilton Fonseca, membro das Academias de Letras de Ilhéus, Itabuna e da Bahia. Para a mais nova imortal, Rita Santana, “é uma alegria imensa ser acolhida de forma tão calorosa pelos conterrâneos. Sinto que é o momento de retribuir a Ilhéus tudo que aprendi e vivi. A dimensão do afeto que tenho recebido é imensurável”, concluiu a escritora.

Diversos membros da Academia de Letras de Ilhéus já confirmaram presenças, além de autoridades e convidados. A solenidade será conduzida pelo presidente da Academia, o escritor Pawlo Cidade.

 

BREVE CURRÍCULO DA ESCRITORA RITA SANTANA

Rita Santa é graduada em Letras com habilitação em língua francesa pela Universidade Estadual de Santa Cruz desde 1997. Em 2007, cursou pós-graduação em História Social e Cultura Afro-brasileira. Como atriz, atuou em peças infantis com destaque para PLUFT, o fantasminha, de Maria Clara Machado. Participou de recitais de poesia e feiras culturais no interior da Bahia, explorando o teatro de rua, sendo uma das fundadoras do grupo Caras e Máscaras (Ilhéus, 1990-1995).

Ela recebeu o prêmio de melhor atriz regional em 1994 e integrou o elenco de “Dona Flor e seus Dois Maridos”, adaptação do romance homônimo de Jorge Amado, com direção de Fernando Guerreiro (Ilhéus/Salvador – 1992). Participou também do elenco de “Renascer”, telenovela exibida pela Rede Globo e do filme “Tieta do Agreste”, de Cacá Diegues, em 1995. Atuou ainda de outras produções, como “Era uma vez na mata”, espetáculo infantil de Rita Brito (1998). Como escritora, publicou seus contos no Diário da Tarde, em Ilhéus, e no suplemento cultural do jornal A Tarde, de Salvador. Foi uma das coordenadoras do projeto Universidade em Verso na UESC – Universidade Estadual de Santa Cruz.

Em 2004, ela foi a vencedora do Prêmio Braskem de Cultura e Arte – Literatura, para autores inéditos, que possibilitou a publicação de seu primeiro livro de contos, “Tramela”.  Em 2012 publica “Alforrias”, com poemas de elaboração sofisticada que atestam o amadurecimento da autora na arte da palavra. Em 2019 publicou “Cortesanias (poesia), pela editora Caramurê, um livro de grande exuberância imagística e um lirismo de alto nível. Em 2019, foi a poeta convidada a representar o Brasil no Festival Internacional de Poesia de Buenos Aires.

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia