WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

soane galvao camara de ilheus camara de ilheus prefeitura de ilheus prefeitura ilheus secom bahia faculdade ilheus

julho 2021
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: 8/jul/2021 . 17:44

Bahia tem 3.088 novos casos de Covid-19 em 24h e mais 79 óbitos pela doença; veja detalhes

Bahia tem 3.088 novos casos de Covid-19 em 24h e mais 79 óbitos pela doença — Foto: Mateus Pereira/GOVBA
A Bahia registrou 3.088 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), nesta quinta-feira (8). Segundo o órgão, foram contabilizadas mais 79 mortes pela doença. [Veja a taxa de ocupação dos leitos no fim da matéria]

A Sesab esclarece que as mortes aconteceram em datas diversas, mas foram registradas no boletim desta quinta. Com os novos dados, a Bahia tem 24.574 óbitos pela doença, o que representa letalidade de 2,14%.

Dentre os óbitos, 55,77% ocorreram no sexo masculino e 44,23% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,97% corresponderam a parda, seguidos por branca com 22,37%, preta com 15,35%, amarela com 0,42%, indígena com 0,15% e não há informação em 6,75% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 60,31%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (72,70%).

Segundo boletim, a Bahia registrou 1.147.552 casos de Covid-19, desde o início da pandemia. Desses, 11.125 pessoas estão com o vírus ativo. No estado, 51.154 profissionais da saúde tiveram diagnóstico positivo para a doença.

O boletim informa também a situação da vacinação na Bahia. No estado, 5.295.783 pessoas foram vacinadas contra a Covid-19, dos quais 1.946.959 receberam também a segunda dose, e outras 172.118 pessoas foram vacinadas com o imunizante de dose única, até as 16h desta quinta.Os dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h desta quinta.

O boletim completo está disponível no site da Sesab e em uma plataforma online.

Ocupação dos leitos

Segundo o boletim desta quinta, a Bahia tem 3.343 leitos ativos para tratamento da Covid-19. Desse total, 1.914 estão com pacientes, o que representa taxa de ocupação geral de 57%.

Desses leitos, 1.588 são de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto e estão com taxa de ocupação de 67% (1.062 leitos ocupados).

Já nas UTIs pediátricas, 25 das 35 estão com pessoas internadas, o que representa uma taxa de ocupação de 71%. Os leitos clínicos para adultos estão com 47% de ocupação e os infantis com 64%.

Em Salvador, dos 1.423 leitos ativos, 812 estão ocupados (57% de ocupação geral). A taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto é de 58% e o pediátrico está em 63%. Ainda na capital baiana, os leitos clínicos para adultos estão com 54% de ocupação e os infantis com 73%.

Ainda segundo a Sesab, até as 12h desta quinta, 15 solicitações de internação em UTI Adulto Covid-19 constavam no sistema da Central Estadual de Regulação. Outros 11 pedidos para internação em leitos clínicos adultos Covid-19 estavam no sistema.

:: LEIA MAIS »

Mulher que perdeu três filhos por doença genética na BA pede ajuda para seguir com tratamento

Mulher que perdeu três filhos por doença genética na BA pede ajuda para seguir com tratamento  — Foto: Reprodução/TV Subaé

Mulher que perdeu três filhos por doença genética na BA pede ajuda para seguir com tratamento — Foto: Reprodução/TV Subaé

A baiana Sumara Araújo Santos, de 39 anos, que perdeu três filhos para uma doença genética, recebeu a ajuda de amigos, que criaram uma vaquinha online, para conseguir comprar um medicamento para o tratamento da porfiria.

Ao G1, ela contou que precisa de ajuda financeira para seguir o tratamento iniciado em São Paulo, depois de consultas com médicos especialistas. Para conseguir o objetivo, ela precisa de uma medicação que não é vendida no Brasil.

Sumara, que foi diagnosticada com porfiria, causada por uma mutação genética que provoca falta de uma substância no fígado, após apresentar sintomas em outubro de 2020, está internada há 15 dias na Clínica Cardio Pulmonar, em Feira de Santana, que fica a 100 quilômetros de Salvador.

Em junho, ela passou uma semana em São Paulo, onde se consultou e iniciou o tratamento com o neurologista Paulo Sgobb, que é especialista em doenças neuromusculares e genéticas.

De acordo com a Sumara, o tratamento que ela necessita precisa do uso da medicação Givlaari e foi orçado na faixa de R$ 2 milhões. A baiana conta que não tem condições de comprar o remédio.

“Eu fiquei esperançosa, porque os médicos em São Paulo conseguiram me avaliar melhor. Agora eu vou precisar entrar na justiça para tentar conseguir a medicação, que tem o custo muito alto”, disse ao G1.

A viagem para São Paulo só foi possível por causa de uma vaquinha online feita por amigos dela. No entanto, a baiana precisou voltar para a Bahia, porque não tinha condições de se manter na capital paulista e fazer o tratamento.

“Me falaram que o tratamento custa de mais R$ 2 milhões e eu preciso uma dose por mês por tempo indeterminado. Mesmo entrando na justiça para conseguir a medicação, demora mais de dois anos para consegui e não sei se tenho esse tempo”, contou.

“Essa vaquinha seria para tentar conseguir o valor da medicação, porque não ia adiantar eu ficar lá, se não ia ter como fazer o uso da medicação”.

Amigos de Sumara fizeram mais uma vaquinha para tentar ajudar no tratamento — Foto: Reprodução

Amigos de Sumara fizeram mais uma vaquinha para tentar ajudar no tratamento — Foto: Reprodução

Apesar de ter voltado para a Bahia e está internada por causa das fortes dores, Sumara acredita que vai conseguir se recuperar.

“Agora que eu fiz exames com a equipe multidisciplinar em São Paulo, já tenho um diagnóstico mais concreto do que tenho. Fica mais fácil para os médicos daqui [da Bahia] ajudar no tratamento, se eles entrarem em contato com o pessoal de São Paulo. Antes quase ninguém aqui sabia como me ajudar”, relatou.

Ilhéus: Assinado contrato para dragagem do Porto do Malhado

Porto do Malhado

Após tratativas entre a Prefeitura e a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) foi assinado na última quarta-feira (7) o contrato para execução das obras de dragagem de manutenção do Porto do Malhado. O serviço atende ao pleito da atual gestão, que visa ampliar a logística da região sul para a integração econômica e desenvolvimento da Bahia.

“Em nome do povo de Ilhéus agradeço ao diretor-presidente Carlos Autran por entender a importância dessa obra para o desenvolvimento econômico e turístico do nosso município e da nossa região, com geração de emprego, renda e novas oportunidades de negócios. A parceria com o Governo do Estado também é fundamental para colocar a nossa cidade como um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil e do mundo”.

O gestor ilheense destacou ainda que somado à melhoria da infraestrutura portuária, o Município mantém o diálogo contínuo com os entes estadual e federal para expansão da malha aérea, viabilizando a oferta de novos voos para Ilhéus, fato que, segundo ele, possibilitará o desenvolvimento do setor no período pós-pandemia.

Conforme a Codeba, o contrato firmado com a empresa DTA Engenharia LTDA restabelecerá a profundidade original, possibilitando a retomada de operações com navios de 60 toneladas. Atualmente, além do cacau, o modal movimenta cargas que incluem soja, milho, amêndoas, óxido de magnésio, concentrado de níquel, peças industrializadas, além de ser importante operador turístico, com atracação de navios de cruzeiros marítimos e transatlânticos.

A obra de dragagem vai ampliar a movimentação de cargas e a capacidade operacional do porto. A estimativa é que o serviço de manutenção dure seis meses.

Covid-19: Vacinação continua para público 38+ nesta quinta-feira, 8, em Ilhéus

O objetivo é estender a vacinação para atender as populações que trabalham em horário comercial e que não conseguiram receber a imunização até o momento.

 Publicado em 08/07/2021 11:07 – Atualizado em 08/07/2021 11:13

..

A secretaria de Saúde (Sesau) da Prefeitura de Ilhéus vai continuar com a oferta da vacinação contra a Covid-19 para o público com idade igual ou superior a 38 anos, nesta quinta-feira, 8. A aplicação da primeira dose acontece das 16h às 19h, ou enquanto durarem os estoques da vacina, no Teatro Municipal, Centro, e no Colégio Horizontina Conceição, na Urbis.

O objetivo é estender a vacinação para atender as populações que trabalham em horário comercial e que não conseguiram receber a imunização até o momento.

No ato da imunização, o usuário deve apresentar documentos como CPF; cartão do SUS; comprovante de residência; e cartão de vacinação, caso possua.

Serviço

 1ª dose da vacinação contra a Covid-19 

Público-alvo: Pessoas com idade igual ou superior a 38 anos.

Data: 08/07/2021 quinta

Horário: Das 16h às 19h

Locais:

Teatro Municipal de Ilhéus

Colégio Horizontina Conceição (próx. ao posto da Urbis).

Documentos: CPF; cartão do SUS; comprovante de residência; e cartão de vacinação, caso possua.

A enfermeira ilheense Albertina, foi sepultada hoje

Foi sepultado na manhã desta quinta-feira (8) no cemitério Campo Santo, em Itabuna, o corpo da enfermeira Albertina Amaral dos Santos. A profissional de saúde morreu nesta quarta-feira (7) vítima da covid. Seguindo orientações das autoridades de saúde, não ocorreu velório e, durante sepultamento, apenas algumas pessoas da família e amigos foram até a porta do cemitério dar o último adeus. Em Ilhéus, Albertina trabalhou nos hospitais Costa do Cacau, Regional e de Ilhéus, além do Samu 192





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia