Em uma ação rápida, os policiais militares, abordaram um veículo taxi Siena nas proximidades do Presídio de Itabuna na zona oeste, no carro haviam quatro indivíduos. Foi feita a revista, e foram encontrados armamentos pesados. Dentro do veiculo se encontrava Alan Rolison (Alan Samurai), de acordo com a policia, ele seria um elemento perigoso que havia acabado de sair do presídio para indulto de dia das mães. Na cintura dele foi apreendida uma pistola .40 com 9 munições.

Os outros meliantes são os que foram buscar Samurai. São eles: Gabriel Alves, armado com um revólver taurus, calibre 38 com 6 munições, Felipe Ventura, com uma pistola .40 e 8 munições; Mateus Marques, que estava desarmado, e o taxista. Ele disse aos agentes, que Felipe, Gabriel e Mateus solicitaram uma corrida no São Caetano e, só mais à frente, foi dito do que se tratava. O taxista teria ficado preocupado e não pode negar a corrida.

A polícia continuará investigando a situação, que ocorreu por volta das 12h15 desta quarta-feira (28). Os envolvidos disseram que não iriam fazer nada contra o taxista. Vale lembrar, que Samurai é investigado por homicídios, assalto, tráfico de drogas e associação criminosa, pertencendo a facção DMP.

Em 2018, Samurai foi flagrado por câmeras de segurança espancando um idoso no centro de Itabuna. E, em julho de 2020, Samurai deu guarida em sua casa, no bairro Novo São Caetano, a comparsas que haviam trocado tiros com a PM no Sarinha. Ele e os amigos do crime acabaram presos.