WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

bahiagas prefeitura de ilheus prefeitura ilheus secom bahia

dezembro 2021
D S T Q Q S S
« nov    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Covid-19’

Prefeitura de Ilhéus encerra Novembro Azul com ações voltadas à saúde do homem

Novembro Azul

A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), ofertou diversos serviços voltados à Campanha Novembro Azul, com foco na prevenção ao câncer de próstata. A ação aconteceu na sexta-feira (26), no Centro de Convenções, e atendeu 350 homens. O mutirão contou com o apoio das Drogarias Velanes, Faculdade Madre Thaís e Lions Clube Ilhéus Centro.

O público masculino teve acesso a palestras; consultas com urologista; cardiologista; clínico geral; nutricionista; além da realização de Eletrocardiograma e exames de laboratório: PSA, sorologias para Hepatites, HIV e Sífilis. Também foi ofertada vacinação contra a Influenza (gripe) e contra a Covid-19, com aplicação da 1ª, 2ª e 3ª dose do imunizante.

Novembro Azul

“Evento dez. Prevenção dez. Fiquei feliz em ver o tratamento recebido”, avaliou o aposentado Valdir Bahia, de 72 anos. Para Augusto Fidelis, de 63 anos, “O mutirão foi bem organizado. Assistência certa. Agradeço ao prefeito Marão pela iniciativa”, disse.

O prefeito Mário Alexandre compareceu à ação e destacou a importância do cuidado com a saúde preventiva. “Vamos driblar o preconceito. Aproveitando o Novembro Azul, nós realizamos esse mutirão para prevenir doenças, que podem levar ate à morte. Eu fiquei muito feliz em ver que os homens estão entendendo a necessidade de realizar exames de forma regular. Agradeço a todos os profissionais envolvidos nesta ação. É isso que a gente quer. Continuar trabalhando para o nosso povo”.

Novembro Azul

A campanha Novembro Azul reforça a conscientização masculina sobre o câncer de próstata. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a doença é o segundo tipo de câncer mais frequente entre os homens brasileiros, contudo, com o diagnóstico precoce, as chances de cura são de 90%.

A Sesau informa que os pacientes que não conseguiram ser atendidos pelo urologista durante o mutirão serão reagendados pela Central de Regulação. O dia e horário da consulta serão comunicados previamente, conforme orientação do setor responsável.

Comunicado: Suspensão temporária da aplicação da Pfizer em Ilhéus

Comunicado

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informa que a aplicação da vacina da Pfizer está suspensa em Ilhéus nesta quarta-feira (24). De acordo com a secretaria, a suspensão é temporária e se deu por conta da falta de estoque deste imunizante no município. Por esse motivo, a estratégia programada para quarta-feira não atenderá o público apto a receber a segunda dose da vacina nem adolescentes de 12 a 17 anos.

A aplicação da dose de reforço (3ª dose) para pessoas acima de 18 anos que receberam a segunda dose há mais de cinco meses também está suspensa na data mencionada.

Conforme informações do Núcleo Regional de Saúde Sul (NRS/Sul), a nova remessa está prevista para chegar ao município na tarde desta quarta-feira (24). A Sesau, por sua vez, esclarece que o serviço será retomado após o repasse das doses. Os horários e pontos de vacinação são divulgados diariamente, por meio dos canais oficiais da Prefeitura.

Ministério da Saúde estenderá dose de reforço a toda a população adulta

Tempo para dose reforço cairá para cinco meses Foto: STEPHANE MAHE / Reuters
Tempo para dose reforço cairá para cinco meses Foto: STEPHANE MAHE / Reuters

— Acima de cinco meses da segunda dose, independente da idade, já se pode buscar a sala de imunização. Ocorre que, no início da campanha, foi por faixa etária e também em função de comorbidades. Então, acaba seguindo esse mesmo cronograma: aqueles que têm a vacina mais antiga vão ter acesso (ao reforço) primeiro — afirmou o ministro Marcelo Queiroga.

A dose de reforço será, preferencialmente, da Pfizer. Na falta dela, Janssen ou AstraZeneca devem ser administradas. A decisão se baseia nos resultados preliminares de estudo da Universidade de Oxford, encomendado pela pasta, que mostra que a vacinação heteróloga, isto é, com imunizantes de laboratórios diferentes, aumenta a resposta imune. Segundo a pasta, 10.751.598 pessoas já receberam a dose de reforço até o momento.

— Nós vamos ampliar (a dose de reforço) para todos os brasileiros que tenham tomado a vacina que for há pelo menos cinco meses — disse Queiroga, que completou: — Nós temos doses de vacina suficientes para garantir que cheguem tempestivamente a todas as 38 mil unidades de saúde no Brasil.

A pasta estima que, a partir de agora, 100 milhões de pessoas estarão aptas a recebê-la, sendo 12,4 milhões em novembro, 2,9 milhões em dezembro, 12,4 milhões em janeiro, 21,5 milhões em fevereiro, 29,6 milhões, 19,6 milhões em abril e 4,3 milhões em maio.

A avaliação de integrantes da área técnica para a medida é positiva, como apurou O GLOBO. Eles avaliam pesquisas que mostram a queda da proteção vacinal com o passar do tempo e aguardam resultado de novas publicações.

Atençao: Ilhéus e Itabuna tem novos registros da Variante Delta

Análises da Fundação Oswaldo Cruz apontaram mais 55 amostras da variante Delta da Covid-19, no estado. Com estes novos registros, a Bahia tem ao todo 190 casos da variante sequenciadas, com três óbitos.

Os casos positivos para a variante delta foram identificados em 47 municípios, com maior número de casos em Salvador (39), Pé de Serra (19), Lauro de Freitas (12), Bonito (11), Feira de Santana (9), Baixa Grande (7), Riachão do Jacuípe (7) Ilhéus (7), Camaçari (6) e Nova Fátima (6).

A secretária da Saúde do Estado, Tereza Paim, relata que a variante Delta atualmente é a predominante nas amostras sequenciadas. “É um fato que nos preocupa, por isso continuamos a afirmar que as pessoas não devem achar que não temos mais o vírus da Covid-19 circulando. Ainda temos que continuar a usar máscaras e devemos nos vacinar, tanto com a primeira quanto com a segunda dose”, afirma Tereza Paim.

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) também tem feito sequenciamento no estado. De acordo com a diretora geral do Lacen-BA, Arabela Leal, “Estamos concentrando atenção nas amostras provenientes de municípios com aumento do percentual de casos.

Reconhecido como a 3ª maior unidade de vigilância laboratorial do país e classificado na categoria máxima de qualidade pelo Ministério da Saúde, o Lacen-BA analisou amostras de mais de 200 municípios dos nove Núcleos Regionais de Saúde.

 

Veja a relação de cidades e casos:

variante delta

 

Covid-19: Ilhéus retoma vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos nesta sexta (22)

Vacinação

A Secretaria de Saúde (Sesau) retoma nesta sexta-feira (22) a vacinação contra a Covid-19 para adolescentes com idade entre 12 e 17 anos, independente de terem ou não comorbidades ou deficiência permanente. A estratégia também contempla a aplicação da 2ª dose dos imunizantes Oxford e CoronaVac para pessoas com data marcada até 22 de outubro, além da antecipação da segunda dose da Pfizer para o público com retorno marcado até 19 de novembro.

A Sesau informa que os adolescentes deverão estar acompanhados pelos pais ou responsável maior de idade durante o ato da vacinação. É necessário que o adulto apresente documento de identificação com foto. A vacinação do público com 18 anos ou mais, idosos, imunossuprimidos e profissionais de saúde será retomada posteriormente.

A 1ª dose para os adolescentes será ministrada exclusivamente nas unidades de saúde, já a 2ª dose de todos os imunizantes estará disponível tanto nos postos quanto no CMAE, conforme horários específicos.

Documentação – Para tomar a 1ª dose o público deve portar CPF, cartão do SUS, comprovante de residência e cartão de vacinação, caso possua. Já para receber a 2ª dose é imprescindível a apresentação do CPF, cartão SUS e cartão de vacinação constando a primeira aplicação.

Vacine-se! Vacina salva vidas!

Locais:

– CMAE (antigo Colégio Fênix)

Endereço: Avenida Canavieiras, 275 – Cidade Nova

Horário: Das 8h às 13h

– Unidades de Saúde

Módulo Sul:

– ESF Nossa Senhora da Vitória, das 13h às 15h30;

– ESF do Ilhéus II, UBS do Hernani Sá e UBS de Olivença, das 8h às 11h30;

– UBS do Nelson Costa, das 13h às 16h

Módulo Norte:

– UBS Sarah Kubitschek, das 13h às 16h30;

– UBS Avenida Esperança, das 8h às 11h30

Módulo Centro:

– UBS Conquista, UBS Santa Dulce dos Pobres (Avenida Princesa Isabel) e ESF do Basílio, das 8h às 11h30;

– CAE III (antigo Sesp), das 13h às 16h30

Módulo Oeste:

– UBS Euler Ázaro e ESF do Salobrinho, das 8h às 11h30

Vitíma do negacionismo: Ele ignorou o pedido do filho para usar máscara e foi parar no hospital de cadeira de rodas: ‘Achava que Covid não era tão grave’

Ele ignorou o pedido do filho para usar máscara e foi parar no hospital de cadeira de rodas: ‘Achava que Covid não era tão grave’
 

Ele ignora pedido do filho para usar máscara e acaba no hospital com Covid

Veja o depoimento completo de Marconi Torres, autônomo de Serra Talhada (PE):

“Nos primeiros meses da pandemia, eu conhecia muito pouco sobre a doença, eu nunca pesquisei muito. Eu achava que a Covid não era tão grave. Pegou no meu pai, pegou no meu irmão, pegou na minha irmã, mas não foi uma coisa tão grave. Eles se recuperaram em casa mesmo.

Eu andava muito aqui na academia da cidade, em barzinho. Me aglomerava muito. Eu chegava numa mesa com 10, 20 pessoas, a maioria sem máscara.

A máscara me incomodava. Eu realmente não gostava de usar a máscara. Eu achava bonito máscara nos outros, entendeu? Eu achava que quem tinha obrigação de usar a máscara era o outro que estava comigo, não era eu. Se ele tivesse com máscara, nem ele pegava, nem eu pegava.

Marconi Torres conta que não usava máscara com regularidade no início da pandemi — Foto: Reprodução

Marconi Torres conta que não usava máscara com regularidade no início da pandemi — Foto: Reprodução

Do mesmo jeito que eu achava que não pegava [a Covid], eu achava que não ia ser grave [se eu pegasse]. Que ia ser uma coisa leve. Porque eu sou um cara que eu me alimento bem, eu não fumo, bebo às vezes.

Às vezes, eu saía com meu menino e ele pegava no meu pé direto. ‘Painho, cadê a máscara?’ E eu achava que eu não ia pegar. Mas, quando eu peguei, o bicho pegou. Não foi bom, não. Foi preciso eu pagar o preço pra ter medo.

Foi no dia 21 de abril. Eu fui pra minha fazenda. Eu já estava com os sintomas, com disenteria, dor de cabeça, febre. Eu passei quarta, quinta, sexta sem comer nada. Só bebendo água.

Fiz alguns remédios caseiros para dor de barriga e nada dessa disenteria passar. Quando foi no sábado, eu retornei para Serra Talhada. Um amigo meu foi que trouxe o carro, pois nem condições de dirigir eu tinha.

Eu escondi de todo mundo que eu estava nessa situação. Fui irresponsável, né? Como é que você está sentindo alguma coisa e não fala para ninguém? Nem meu pai, nem meus irmãos, ninguém sabia.

Chegou uma pessoa na minha casa e me encontrou num estado deplorável. Quando essa pessoa me viu, falou: ‘Meu filho, você não tá bem, não’ .

Marconi em imagens do final da sua internação por Covid, quando ele já estava se sentindo melhor — Foto: Reprodução

Marconi em imagens do final da sua internação por Covid, quando ele já estava se sentindo melhor — Foto: Reprodução

Dei entrada na unidade médica de cadeira de rodas, pois eu não conseguia nem andar. Aí foi quando eu vi que ela não brinca, não. A doença não brinca, não.

Eu vi que estava quase morto. O médico disse: ‘Oxigênio nele urgente’. Aí é onde eu digo: sem oxigênio, o cara morre. Ele morre. O médico disse: ‘Se você demora duas ou três horas aí fora, você tinha morrido’.

Esse médico, que é amigo da família, me chamou a atenção. ‘Rapaz, um homem inteligente como você, um cara estudado, um cara da sociedade, um cara que vê todo dia as coisas acontecendo… Aí você tem todos os sintomas que você teve e, em vez de ficar na cidade, procurar uma orientação médica, você vai pra fazenda e fica lá. Mas rapaz…’

Se eu tivesse escutado meu menino, meu filho… Ou se eu tivesse, no dia 21 de abril, chegado em casa, ligado para minha irmã e dito: ‘Ó, tô sentindo sintomas de Covid, me leva pro hospital’. Não, fui para a fazenda, me isolei lá, e cheguei quase morto. Irresponsabilidade.

Eu mesmo quase me mato, entendeu? Ninguém deve fazer isso. Quando você sentir [sintoma], corra. Vá o mais rápido possível ao médico. Porque ninguém sabe o amanhã.

Passei uma semana com aquele oxigênio no nariz. Aquela mangueirinha. Eu fiquei até sem conversar, sem falar nada. Às vezes, eu escutava minha irmã conversando vagamente. Quando você está sem oxigênio, seu cérebro fica desligado.

O filho de Marconi, Mateus, de 11 anos, sempre cobrava o pai sobre o uso da máscara — Foto: Reprodução

O filho de Marconi, Mateus, de 11 anos, sempre cobrava o pai sobre o uso da máscara — Foto: Reprodução

Quando foi no dia 4 de maio, o médico me liberou e mandou minha irmã me trazer pra casa. Entrei no carro dela, olhei pra trás, pro hospital, e disse: ‘Não quero voltar mais, não’. Aí comecei a chorar.

Você pensa em muita coisa. Meu maior medo de morrer era meu menino, meu filho, entendeu? A única coisa que eu tenho na vida que realmente não tem preço é meu filho.

Só vim ver meu filho um mês depois que eu me recuperei. Mas, mesmo assim, eu de máscara e ele de máscara. Eu não quis arriscar, eu não queria que ele passasse pelo que eu passei.

E é um processo de recuperação meio lento. Meses depois, eu não estou totalmente recuperado. Às vezes, fico meio tonto do nada. Às vezes, dá aquela sensação, como se a pressão tivesse baixado. Às vezes, você esquece de alguma coisa.

Agora, vou usar [máscara] até o dia que disser que acabou [a pandemia]. Porque voltar pro pronto-socorro eu não quero mais.

Marconi com o filho; ele conta que, desde a internação, não deixa de usar máscara e de proteger — Foto: Reprodução

Marconi com o filho; ele conta que, desde a internação, não deixa de usar máscara e de proteger — Foto: Reprodução

Meu filho só anda de máscara. Ele é um exemplo para mim. Um menino de 11 anos… E eu não queria servir de exemplo para ninguém, pois eu andei me matando por falta de cuidado.

Primeiro: eu não estava nem aí. Chegava nos cantos, sentava, não sabia de onde o cara vinha, de onde o cara não vinha. Não usava máscara. Segundo: quando eu senti os sintomas, eu não fui atrás do médico. Eu deixei para ir tarde. E se não desse tempo? E quase não deu.

É bom você julgar os outros. Você dizer que uma pessoa é irresponsável é fácil demais. Agora, você dizer que você mesmo foi irresponsável, não é todo mundo que diz, não. Eu estou dizendo que eu fui irresponsável.

Eu sabia que estava errado. Quando o próprio presidente da República falava: ‘Não, não use máscara’… Eu fui irresponsável da forma que o presidente foi. Quando o cara diz ‘Não use’, está incentivando o outro a não usar. Mas, a partir do momento que eu não usava, eu estava induzindo as outras pessoas a não usar também.

Ilhéus realiza mutirão de vacinação contra a Covid-19 nesta quarta-feira (20)

Vacinação contra a Covid-19

A Prefeitura de Ilhéus realiza nesta quarta-feira (20) um mutirão de vacinação com aplicação da 1ª, 2ª e 3ª dose contra a Covid-19. A estratégia acontece das 17h às 20h, nas unidades básicas de saúde Euler Ázaro, Sarah Kubitschek e do Hernani Sá, além da Loja Maçônica Regeneração Sulbaiana, localizada no Centro, próximo à Igreja São Jorge.

Conforme a Secretaria de Saúde (Sesau), o objetivo é ampliar o acesso à primeira dose para o público com idade igual ou superior a 18 anos, motivar o comparecimento das pessoas com segunda dose dos imunizantes Oxford e CoronaVac marcada até 20 de outubro, bem como antecipar a aplicação da segunda dose da Pfizer para o público com retorno marcado até 17 de novembro.

O serviço também disponibiliza a dose de reforço para idosos e profissionais de saúde que receberam a segunda aplicação há pelo menos seis meses e imunossuprimidos que já completaram 28 dias da segunda dose.

A Sesau esclarece que a adesão das faixas etárias preconizadas é crucial para melhorar os indicadores de cobertura vacinal, além de possibilitar que o Município alcance a meta de imunização completa da população ilheense, o mais rápido possível. O mutirão é uma oportunidade para quem está com a segunda dose em atraso.

Documentação – Para tomar a 1ª dose o público deve portar CPF, cartão do SUS, comprovante de residência e cartão de vacinação, caso possua. Já para receber a 2ª dose é imprescindível a apresentação do CPF, cartão SUS e cartão de vacinação constando a primeira aplicação.

A dose de reforço será aplicada mediante apresentação do CPF, cartão do SUS, comprovante de residência e cartão de vacinação constando as duas aplicações. Os imunossuprimidos também devem apresentar o laudo ou relatório médico que comprove a comorbidade. Além da documentação mencionada, os profissionais de saúde devem portar crachá ou carteira profissional.

Vacine-se! Vacina salva vidas!

Locais:

– UBS Euler Ázaro (Teotônio Vilela)

– UBS Sarah Kubitschek (Malhado – Parque Infantil)

– UBS Hernani Sá

–  Loja Maçônica Regeneração Sulbaiana

Endereço: Rua Antônio Lavigne de Lemos, próximo à Igreja São Jorge – Centro

Horário: Das 17h às 20h

Ilhéus já vacinou metade da população com as duas doses contra a Covid-19

Vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) divulgou o balanço mensal da vacinação contra a Covid-19 em Ilhéus. Os dados apontam que 77.950 pessoas já receberam as duas doses ou dose única do imunizante, do início da campanha até o dia 30 de setembro, o que representa 50,10% da população elegível.

De acordo com a pasta, no período compreendido entre 1º e 30 de setembro foram ministradas 31.313 unidades da vacina, das quais 13.174 correspondem ao primeiro ciclo (D1) e 16.805 referem-se ao segundo ciclo (D2), além da aplicação de 1.334 doses de reforço (terceira dose).

A estratégia mais recente de imunização contempla a repescagem de primeira dose para o público com idade igual ou superior a 18 anos. O serviço também segue com aplicação da dose de reforço (terceira dose) para idosos que receberam a segunda dose há pelo menos seis meses e pessoas imunossuprimidas que já completaram 28 dias da segunda dose.

A Sesau reitera que mesmo com o avanço da vacinação e, consequentemente, redução dos casos ativos da doença, é importante manter as medidas de prevenção, com uso de máscara de proteção, higienização das mãos e distanciamento físico (social). Os dados também são divulgados no painel de acompanhamento da cobertura vacinal Covid-19 da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Balanço mensal da vacinação contra a Covid-19 em Ilhéus

Período

De 1º a 15 de setembro

De 16 a 30 de setembro

Dose

D1

D2

D3

D1

D2

D3

Total

Total

4.319

8.639

234

8.855

8.166

1.100

31.313

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde (Sesau)

Ilhéus: Triagem para casos de Covid-19 será realizada na UPA e no PA da Zona Sul

covid

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informa à população que o fluxo de atendimento aos casos suspeitos e confirmados da Covid-19 será remanejado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Conquista e Pronto Atendimento (PA) da Zona Sul, a partir desta quinta-feira (30), ambos com sala de assistência 24 horas. Conforme a Sesau, a coleta de RT-PCR (Swab) acontece às segundas, terças e quintas-feiras, das 7h às 12h. Já os testes rápidos serão realizados 24 horas, todos os dias da semana.

Todas as pessoas com sintoma gripal ou distúrbio respiratório devem buscar atendimento nas unidades de saúde, visto que possuem gripário e passam a funcionar como referência para a Covid-19 em Ilhéus. A secretaria destaca que os exames são realizados mediante solicitação médica.

O município registrou nos últimos três meses baixa procura por atendimento ambulatorial e, consequentemente, desaceleração na taxa de contaminação e redução das solicitações para internamento de pacientes infectados. A estratégia adotada é responsável e foi montada após análises criteriosas dos dados existentes.

O boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (30) contabiliza 19.752 pessoas curadas e 15 infectadas pela Covid-19. Dos atuais 41 leitos de UTI habilitados, 2 estão ocupados com pacientes de Ilhéus e 5 abrigam pacientes oriundos de outras cidades baianas.

Covid-19: Bahia recebe novo lote de vacinas com mais de 371 mil doses da Coronavac

Novos lotes com doses de vacinas contra a Covid-19 chega à Salvador neste sábado

–:–/–:–

Novos lotes com doses de vacinas contra a Covid-19 chega à Salvador neste sábado

A Bahia recebeu, na manhã deste sábado (18), uma remessa com 371.800 doses de vacina contra a Covid-19. Os imunizantes são da Sinovac/Cornavac. O avião que trouxe a carga pousou no aeroporto de Salvador por volta das 9h30.

As doses serão utilizadas para primeira e segunda aplicações, e serão distribuídas para municípios do interior baiano após conferência das equipes da Secretaria de Saúde do Estado.

Com esta nova carga, a Bahia chegou ao total de 18.341.918 doses de vacinas recebidas, sendo 7.025.318 da Sinovac/Coronavac; 6.751.580 da Oxford/AstraZeneca; 4.163.520 da Pfizer e 261.100 da Janssen.

Chegada de vacinas Coronavac ao estado da Bahia — Foto: VTC Log

Chegada de vacinas Coronavac ao estado da Bahia — Foto: VTC Log

Ilhéus começa a vacinar adolescentes de 12 a 17 anos nesta segunda (20); confira estratégia

Vacinação

A Prefeitura de Ilhéus inicia na próxima segunda-feira (20) a vacinação contra a Covid-19 para adolescentes com idade entre 12 e 17 anos, independente de terem ou não comorbidades ou deficiência permanente. A estratégia também contempla a aplicação da 2ª dose de todos os imunizantes para pessoas com data marcada até 20 de setembro e 3ª dose (dose de reforço) para idosos de 80 anos ou mais que receberam a segunda dose há pelo menos seis meses. Pessoas imunossuprimidas que já completaram 28 dias da segunda dose também podem buscar os pontos de imunização.

A Secretaria de Saúde (Sesau) informa que os adolescentes deverão estar acompanhados pelos pais ou responsável maior de idade durante o ato da vacinação. É necessário que o adulto apresente documento de identificação com foto. A imunização do público com 18 anos ou mais será retomada posteriormente.

A 1ª dose para os adolescentes e a dose de reforço serão ministradas exclusivamente nas unidades de saúde, já a 2ª dose de todos os imunizantes estará disponível somente na Cruzada do Bem pelo Bem, de acordo com horários específicos. A estratégia segue normalmente em todas as unidades, com exceção da UBS do Banco da Vitória, que passa a aplicar a vacina contra a Covid-19 somente às terças e quintas-feiras, das 8h às 11h30.

A decisão de manter a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos está respaldada em reunião da Comissão Intergestores Bipartite da Bahia (CIB-BA), ocorrida na sexta-feira (17). A medida recomenda a imunização dos adolescentes acima de 12 anos, com ou sem comorbidades, em todo o estado.

Documentação – Para tomar a 1ª dose o público deve portar CPF, cartão do SUS, comprovante de residência e cartão de vacinação, caso possua. Já para receber a 2ª dose é imprescindível a apresentação do CPF, cartão SUS e cartão de vacinação constando a primeira aplicação.

A dose de reforço será aplicada mediante apresentação do CPF, cartão do SUS, comprovante de residência e cartão de vacinação constando as duas aplicações. Os imunossuprimidos também devem apresentar o laudo ou relatório médico que comprove a comorbidade.

Vacine-se! Vacina salva vidas!

Locais:

– Cruzada do Bem pelo Bem

Endereço: Rua Teodoro Sampaio – Boa Vista (próximo ao Ginásio de Esportes Herval Soledade)

Horário: Das 8h às 14h

– Unidades de Saúde

Módulo Sul:

– ESF Nossa Senhora da Vitória, das 13h às 15h30;

– ESF do Ilhéus II, UBS do Hernani Sá e UBS de Olivença, das 8h às 11h30;

– UBS do Nelson Costa, das 13h às 16h

Módulo Norte:

– UBS Sarah Kubitscheck, das 13h às 16h30

– UBS Avenida Esperança, das 8h às 11h30

Módulo Centro:

– UBS Conquista, UBS Santa Dulce dos Pobres (Avenida Princesa Isabel) e ESF do Basílio, das 8h às 11h30;

– CAE III (antigo Sesp), das 13h às 16h30

Módulo Oeste:

– UBS Euler Ázaro e ESF do Salobrinho, das 8h às 11h30;

– UBS do Banco da Vitória, apenas às terças e quintas-feiras, das 8h às 11h30

Comunicado: Vacinação em Ilhéus está suspensa nesta quinta (16) para reavaliação de público-alvo

Vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informa que a vacinação contra a Covid-19 está suspensa nesta quinta-feira (16) para planejamento da estratégia em Ilhéus. Conforme a Sesau, a reunião visa instruir a equipe e atualizar normas e procedimentos, bem como reavaliar o público-alvo da campanha, que nesta etapa contempla pessoas com idade igual ou superior a 17 anos.

A Sesau destaca que não há grupos com aprazamento da 2ª dose para o dia 16 de setembro, visto que a aplicação das doses marcadas entre 15 e 17 de setembro foi antecipada para hoje. O serviço será retomado normalmente nesta sexta-feira (17), de acordo com informativos divulgados nos canais oficiais da Prefeitura.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia