A policia civil continua batendo cabeça e ainda não tem informações sobre o duplo assassinato das  garotas Catrine Rocha Costa,15 anos e Taísa Barbosa dos Santos,22.   Os corpos das duas garotas foram encontrados as margens da BR 101 em Eunápolis crivados de balas, fato ocorrido na última sexta feira.   Catrine foi atingida por cinco tiros na cabeça, peito e pescoço. Já Taísa  sofreu sete disparos de arma de fogo em regiões como maxilar, nariz, boca e cabeça. Elas apresentavam ainda lesões de defesa.“Havia ferimentos nas mãos,  o que indica que tentaram se proteger dos tiros”, afirmou o delegado.   A reportagem apurou que Catrine e Taísa eram amigas e moravam juntas em uma casa na Rua Nossa Senhora Aparecida, no bairro Moisés, em Eunápolis . Catrine era órfã de mãe e optou por ficar sozinha na cidade depois que os familiares mais próximos se mudaram para a zona rural.  A Polícia Civil já abriu inquérito para apurar o duplo homicídio.