samu
samu
samu

Em abril último, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre se reuniu com uma comitiva de profissionais médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Na época, o gestor tratou sobre a valorização profissional, aquisição de mais equipamentos e planejamento para novos desafios. E na quinta-feira (29), na sede da unidade foi assinado um documento que equipara os salários da classe médica da instituição aos demais profissionais da rede municipal.

A ação, altera a Lei nº 3.761/15 que dispõe sobre a criação de cargos permanentes. “Finalmente houve a correção de um erro da gestão anterior que tirou nossos ganhos”, concluiu Luciano Sampaio, que é médico socorrista do SAMU. Com essa medida, destacavam os médicos, Mário Alexandre desfaz um erro histórico com a categoria. Para o supervisor médico do SAMU Regional, Walbert Alcoforado, esta é uma antiga reivindicação que a atual gestão acatou.

Para o prefeito poder corrigir um erro é valorizar verdadeiramente o profissional. “O ato de hoje não é gratificação e sim correção. O salário do médico que trabalha vinte e quatro horas no SAMU passa a ser igual ao médico que igualmente ficou as mesmas horas em um outro Pronto Atendimento da cidade”, salientou. “Agradecimento é o meu por estes guardiões das nossas vidas, pessoas que correm riscos percorrendo esta e as cidades circunvizinhas salvando vidas”, frisou o prefeito.

Conquista – “Essa é uma conquista para a categoria médica do SAMU. O valor era reduzido à metade do correto em comparação ao que os demais médicos recebiam na cidade. O prefeito Mário está de parabéns por ter se sensibilizado e revisto a situação junto à nossa classe, ressaltou o coordenador Regional do SAMU, Cyomar Dias. O SAMU saiu de uma avaliação negativa da população sobre o atendimento para uma margem completamente positiva, e se tornou referência na região e na Bahia.

O Samu de Ilhéus conta com três ambulâncias básicas, uma ambulância avançada e uma motocicleta. Ainda este mês, haverá a renovação da frota, com a aquisição de três novas ambulâncias, sendo uma avançada e duas básicas, para substituir ambulâncias que tinham sido alugadas para suprir a necessidade da população. O Samu de Ilhéus é um serviço regional, e atende oito cidades da região, sendo elas Ilhéus, Arataca, Itacaré, Una, Gandu, Teolândia, Uruçuca e Valença.