WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom bahia faculdade de ilheus

fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  

:: 27/fev/2019 . 15:41

Meio Ambiente cadastra ONG’s Ambientais para ocuparem vagas no Condema

As Organizações Não Governamentais (ONGs) da área ambiental que estão instaladas ou atuam em Ilhéus tem até o próximo dia 8 de março para se cadastrarem junto à Superintendência do Meio Ambiente (Sema). O cadastramento é uma exigência legal a todas as ONGs interessadas em compor o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Condema). A Sema é um órgão ligado à Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Sepandes).

São três vagas para as organizações ambientalistas no Condema, e por força da lei todos os integrantes do conselho devem estar cadastrados. Como ainda restam essas três vagas, a Sema está alertando para o prazo de cadastramento. Mesmo as ONGs que não integram o Condema precisam se cadastrar, para garantir uma vaga com a troca de representação, realizada a cada dois anos.

As ONGs interessadas devem procurar a sede Sema, localizada na praça Antônio Viana, 149, Cidade Nova, de segunda à sexta-feira, das 12 às 18 horas, apresentando os documentos exigidos para o cadastro: estatuto registrado, constando o objetivo da ONG; ata da eleição da última diretoria devidamente registrada; inscrição no Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas do Ministério da Fazenda (CNPJ/MF) e alvará de localização do Município de Ilhéus.

Outra opção é solicitar o formulário de cadastro para o endereço eletrônico (e-mail) institucional do órgão: [email protected] Após preenchido, o formulário deve ser encaminhado por e-mail, acompanhado das cópias dos documentos. Além de estarem próximas das comunidades e seus problemas, as ONG’s atuam na fiscalização dos órgãos competentes nas questões que envolvem a Meio Ambiente.

Bloco Zé Pereira mantém tradição e agita o Pontal nesta sexta-feira (1º)

Bloco Zé Pereira, Ilhéus

Considerado uma das agremiações mais tradicionais do Carnaval de Ilhéus, o bloco Zé Pereira alegra e diverte foliões nas ruas do Pontal há mais de 36 anos. A tradição se repete nesta sexta-feira (1º), com mais um desfile à zero hora, marcado pela irreverência e descontração que fazem a história do bloco.

A diretora do bloco, Joana Angélica, garante que este ano o desfile não vai ser diferente. “A brincadeira de família do passado tornou-se uma das maiores manifestações de rua do bairro do Pontal, durante os festejos do momo”, diz ela. Hoje, o Zé Pereira leva para as ruas cerca de quatro mil pessoas, vestidas com camisas e fantasias e puxadas por uma bandinha de sopro.

No início, conforme relata a diretora, os participantes do grupo saiam do então famoso e frequentado Clube do Pontal após os bailes, mas queriam continuar a festa de Carnaval. “A gente pegava colheres de pau para bater nas panelas. Aquilo fazia muito barulho pelas ruas do bairro”, lembra.

O Pontal, bairro onde o bloco nasceu, já se prepara para receber um público expressivo, mesmo a cidade tendo cancelado o carnaval oficial. Empresários comemoram as vendas, pois nas lojas e nos principais armarinhos da cidade, a procura para comprar e alugar fantasias é grande.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, justificou a sua decisão considerando que o momento de crise nacional requer total responsabilidade e os “pés no chão” dos gestores municipais. Apesar de reconhecer a importância da festa, o prefeito garantiu uma estrutura mínima pela Prefeitura durante os festejos de rua. “Na última semana recebemos blocos tradicionais de rua, quando foliões de todas as partes celebraram a paz, o amor com muita brincadeira e diversão”, lembrou o prefeito.

A Superintendência de Trânsito e Mobilidade (Sutram) informa que um esquema especial será montado para evitar congestionamentos na ponte e na avenida Lomanto Júnior, principal forma de acesso ao bairro, via centro.

Bandeira na conta de luz pode ficar mais cara

O preço das bandeiras tarifárias -sobretaxas cobradas na conta de luz quando chove pouco- poderá sofrer um aumento. A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) decidiu colocar o tema em audiência pública, em reunião nesta terça-feira (26).
As bandeiras servem para repassar ao consumidor os custos extras das distribuidoras de energia quando falta água. Para compensar a geração hidrelétrica mais baixa, as empresas precisam contratar energia mais cara, de usinas termelétricas.
Esses adicionais na conta de luz são acionados para cobrir esses gastos. As sobretaxas têm diferentes patamares, que evoluem de acordo com a gravidade da seca.
As bandeiras podem ser verde (sem taxa), amarela, vermelha patamar 1 ou vermelha patamar 2. Neste último caso, o mais grave, a cobrança atual é de R$ 5 por casa 100 quilowatts-hora.
A proposta da Aneel é elevar esse valor para R$ 6 a cada 100 quilowatts-hora. A bandeira amarela cobraria R$ 1,50, e a vermelha patamar 1, R$ 3,50 –contra R$ 1 e R$ 3 atualmente.
Os valores poderão ser alterados até a conclusão da audiência pública, segundo a agência reguladora.
O preço máximo das bandeiras já havia passado por uma alta no fim de 2017. À época, as distribuidoras de energia se queixavam que a grave seca pela qual o país passava vinha provocando um déficit de geração e custos adicionais muito superiores ao valor extra arrecadado com as bandeiras.
Atualmente, a conta de luz está sem cobrança adicional. A decisão sobre a aplicação da bandeira é feita pela Aneel a cada mês.
Informações da Folhapress

Prefeitura de Ilhéus divulga lista com mais de mil motoristas infratores

A Prefeitura de Ilhéus divulgou hoje (27), uma lista de mais de 124 páginas de condutores infratores.

De acordo com dados apresentados pela Secretaria, são multas por falta de uso do cinto de segurança e multas por estacionamento irregular. Foram multados também condutores por dirigir usando celular, dirigir sem o cinto e por avanço de sinal.

Veja a lista abaixo:

Lista de infrações 2019

Fonte: Ilhéus.net

RUI COSTA ANUNCIA NOMES DO SEGUNDO ESCALÃO DO GOVERNO

O governador Rui Costa anunciou nesta terça-feira (26), durante o #PapoCorreria, os nomes de 20 auxiliares que vão compor e dirigir órgãos estaduais nesta segunda gestão. Alguns permanecem nos cargos, como Diogo Medrado (Bahiatursa), Wilson Dias (CAR), Randerson Leal (Ibametro) e Flavio Gonçalves (Irdeb).

Segue a lista dos escolhidos pelo governador:

Agerba – Carlos Henrique
Bahiagás – Luiz Gavazza
Bahiatursa – Diogo Medrado
CAR – Wilson Dias
CBPM – Antonio Carlos Tramm
CDA – Renata Rossi
Conder – Sérgio Silva
Desenbahia – Francisco Miranda
Detran – Rodrigo Lima Pimentel (interino)
Fundac – Regina Affonso
Ibametro – Randerson Leal
Inema – Márcia Telles
Instituto Anísio Teixeira (IAT) – Cybele Amado
Irdeb – Flavio Gonçalves
Junta Comercial – Andrea Mendonça
Prodeb – Samuel Araújo
SAC – Demir Barbosa
SIT – Saulo Pontes
Sudesb – Vicente Neto
Urbis – Emerson Leal

Mário Alexandre garante melhorias para Ilhéus com secretário de Saúde do Estado

Buscando apoio e recursos do Governo do Estado para o fortalecimento da rede municipal de Ilhéus, o prefeito Mário Alexandre se reuniu mais uma vez com o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, nesta quarta-feira (27), em Salvador.

Na pauta do encontro, foram destaques a liberação de equipamentos para os postos de saúde, ampliação de cotas e serviços de média e alta complexidade e a construção da maternidade e hospital pediátrico da Conquista.

Durante a audiência, o prefeito acompanhou o andamento do projeto de implantação da unidade de emergência pediátrica e maternidade com UTI neonatal no espaço do antigo Hospital Regional, localizado no bairro Conquista.

Segundo Mário Alexandre, a licitação já foi feita e a empresa contratada está adiantando o projeto. “A obra deve começar no início do segundo semestre deste ano”, adianta.

Avanços – A ampliação do atendimento de oncologia no município também foi tema da reunião. “Estamos fazendo um convênio e programando irmos juntos ao Ministério da Saúde, a fim de garantir mais esta vitória para Ilhéus”, informou o prefeito.

Na sua visão, a audiência foi muito importante para o fortalecimento do atendimento de saúde na cidade. “Conversamos sobre as emendas parlamentares para aquisição de kits odontológicos e de saúde básica, aquisição de novas ambulâncias, ampliação de cotas para as cirurgias pediátricas gerais e ortopédicas que já estão sendo realizadas em Ilhéus, entre outras temas”.

A criação de mais 10 leitos de UTI e 56 novos leitos no Hospital Costa do Cacau e a liberação de um aporte de R$175 mil para a Maternidade Santa Helena, da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus também foram discutidos entre o prefeito Mário Alexandre e o secretário Vilas-Boas.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia