WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

piaba secom bahia teatro itabuna secom bahia

janeiro 2019
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

:: 10/jan/2019 . 13:57

SESAB nega paralisação de atendimentos no Hospital Regional Costa do Cacau

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) negou a paralisação de atendimentos no Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, no sul da Bahia, após rumores. De acordo com a pasta, a unidade de saúde, que é administrada pelo Instituto Gerir, “encontra-se com o atendimento normal, seja em nível ambulatorial ou emergência”.

Ainda segundo a Sesab, o Hospital Regional Costa do Cacau está em fase de transição e uma nova Organização Social deve assumir a gestão da unidade nos próximos 60 meses. A expectativa da pasta é de que a nova gestão assuma a partir do dia 1º de fevereiro, informou o BN.

Criminosos recebem PM com tiros e dois tombam em confronto

Na noite da última esta terça-feira (08), policiais da Rondesp Leste em diligências no bairro Baraúnas, na cidade de Feira de Santana, foram surpreendidos por disparos de arma de fogo efetuados por cerca de três marginais, que fugiram após o ataque.
A guarnição solicitou reforço policial e várias guarnições passaram a procurar os criminosos, localizando-os na Rua 27 de maio. Ao chegar no local, uma equipe da Rondesp e outra do Pelotão Especial da 65 CIPM foram mais uma vez recebidas a tiros. Os policiais revidaram e alvejaram dois bandidos.
Eles foram socorridos para o Hospital Geral Clériston Andrade, mas não resistiram aos ferimentos. Foram apreendidos dois revólveres calibre .38, 69 buchas de maconha e meio quilo de maconha prensada. O material foi apresentado no Complexo do Sobradinho, onde foi registrada a ocorrência

Governo vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregularidade. O anúncio foi feito pelo secretário Especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, após reunião, no Palácio do Planalto, para tratar da medida provisória de combate a fraudes no INSS, que deve ser editada pelo presidente Jair Bolsonaro até segunda-feira (14).
Marinho se reuniu com os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia) para avaliar o texto da medida provisória. “Há mais de 2 milhões de benefícios que precisam ser auditados, porque têm algum indício de ilicitude. Por isso há necessidade de fazer uma espécie de mutirão para zerar esse estoque”, disse Marinho.
Segundo o secretário, o mutirão poderá gerar “uma economia significativa”, aos cofres públicos. “Há relatórios de ações anteriores, inclusive convalidados pelo TCU [Tribunal de Contas da União], que demonstram uma incidência de 16% a 30% de fraude nesse tipo de benefício”.
Assinatura da MP
O secretário disse que, até segunda-feira, o presidente deve assinar a MP. “Eu acredito que até segunda-feira o presidente vai assinar. Assinando, passa a ser do conhecimento público e a gente vai poder explicar em detalhes o que a gente pretende nesse projeto, que combate a fraude, aperfeiçoa os mecanismos de validação de benefício em todo o país e atende uma preocupação da sociedade como um todo”.
O texto da MP foi submetido à avaliação do presidente. “O presidente já teve conhecimento do teor da MP, mas enquanto ele não assinar, vamos aguardar um pouco”, disse Marinho, acrescentando que as regras da medida provisória devem provocar uma economia na casa de “bilhões de reais”, sem especificar os valores.
Segurança jurídica
Conforme o secretário, a MP também vai trazer “segurança jurídica” para o INSS. “Estamos prevendo algumas alterações na legislação que vão dar uma segurança jurídica ao próprio trabalho do INSS. Ao longo dos últimos anos, várias ações feitas pelo INSS para aperfeiçoar o sistema esbarraram na falta de fundamentação legal. Essas dificuldades que foram identificadas estão sendo corrigidas”.
Após assinada, a MP terá validade imediata, mas precisará ser aprovada pelo Congresso Nacional para se transformar definitivamente em lei. O Congresso tem um prazo de 60 dias, podendo ser prorrogado por mais 60, para votar o texto, aprovando-o ou decidindo pela sua rejeição.
Paralelamente, a equipe econômica faz simulações para definir a proposta de emenda à Constituição (PEC) para a reforma da Previdência, para ser encaminhada para o Congresso Nacional. As simulações envolvem idade mínima para aposentadoria e prazo de transição para os trabalhadores que já contribuem para o atual modelo previdenciário.

Informações da Agencia Brasil

Após forte reação de educadores e editoras, o Ministério da Educação decidiu recuar

Foto: Marcos Santos/ Fotos Públicas

Após forte reação de educadores e editoras, o Ministério da Educação (MEC) recuou da decisãode eliminar algumas exigências de livros didáticos, como a necessidade de referências bibliográficas ou a proibição de publicidade e erros de revisão e impressão, informa o Valor Econômico.

“O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, decidiu tornar sem efeito o 5º Aviso de Retificação do edital do PNLD 2020”, disse a pasta, por meio de nota.

O MEC também havia retirado a exigência para que as ilustrações retratassem “adequadamente a diversidade étnica da população brasileira, a pluralidade social e cultural do país”.

Desta forma, as figuras presentes nos livros didáticos não precisariam mais, por exemplo, mostrar negros, brancos e índios.

As mudanças no edital ainda desobrigavam a inclusão de conteúdos sobre violência contra as mulheres e cultura quilombola.

Fonte:Bahia.ba

Transformação digital: usando dados mestres para alcançar novos públicos-alvo

Entre as controvérsias da Internet, uma que chama a atenção é a dúvida sobre o autor da famosa frase: “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas sim aquele que melhor se adapta às mudanças”. Há quem atribua a citação ao famoso naturalista inglês Charles Darwin, como parte da explicação da ciência da evolução; outros afirmam que a declaração foi feita na década de 60 por Leon Megginson, um professor de Marketing dos Estados Unidos. Independentemente da origem, essa mensagem ainda hoje tem suas verdades. Para as empresas, por exemplo, a adaptação é vital para o sucesso na jornada da transformação digital.

A Era Digital transformou completamente a vida empresarial moderna, causando uma série de mudanças no modo de se fazer negócios e na relação das empresas com o público, seja durante a busca por novos clientes ou para preservar os já existentes. Em um cenário disruptivo, que traz novidades a todo momento, a tomada de decisões a respeito de quais tecnologias priorizar pode se tornar bastante complexa. É preciso levar em consideração, ainda, que a oferta de diversos canais para que os clientes se relacionem com as marcas vem gerando uma grande massa de dados valiosos para a estratégia de negócios.

As companhias empenhadas em acompanhar os hábitos de compra dos consumidores já entenderam que a análise dessas informações é praticamente impossível com ferramentas antigas e manuais. O relatório da consultoria Forrester, “The State of Digital Business, 2018: Top Technologies by Maturity”, revela que 86% das empresas citam a aplicação de novas tecnologias como o mais importante impulsionador de suas estratégias de negócios.

O fato, portanto, é que a adaptação a essa nova realidade depende, cada vez mais, de uma combinação que envolva o conhecimento que já faz parte das redes internas das empresas e novas aplicações mais modernas e inteligentes para gerenciar esse ativo. A maioria das organizações de hoje, por exemplo, ainda utiliza sistemas ERP e CRM antigos, que dividem os dados em diversos silos e normalmente têm capacidade para organizar e armazenar apenas alguns tipos de informações.

O caminho mais eficaz para a modernização desse processo de gestão tem sido a adoção de sistemas de Gestão de Dados Mestres Multidomínio (MDM). Com essas soluções, as organizações podem aprimorar sua inteligência para centralizar, organizar, localizar, sincronizar e enriquecer dados comuns, melhorando drasticamente seu valor para alcançar novos públicos ou expandir negócios com os clientes que já possuem – e sem demandar a substituição de sistemas legados para isso.

O MDM permite a criação de uma base de dados confiável para que, por exemplo, os diretores de marketing personalizem mensagens e campanhas individuais para osclientes. Com a adaptação dos sistemas existentes às novas aplicações, esses profissionais têm acesso a informações confiáveis que podem ser segmentadas para a elaboração de uma comunicação assertiva e personalizada entre as marcas e os consumidores.

Ao otimizar a qualidade e a integridade dos dados, os sistemas de gerenciamento ajudam a limpar, validar e enriquecer dados obtidos pelas mais diversas fontes e estruturas, facilitando a análise segmentada e avançada para atingir novos públicos-alvo. Uma vez aplicada corretamente, essa visão ampla das informações tem um grande potencial para as atividades de vendas e marketing, que são geradoras de receita. É possível, entre outras coisas, identificar e comparar os padrões de compra de diferentes nichos e públicos, permitindo mais vendas cruzadas e upselling entre as linhas comercializadas pelas organizações.

Além disso, a gestão assertiva de dados limpos evita o envio de mensagens para destinatários incorretos ou duplicados e chamadas telefônicas sobre assuntos járesolvidos. As informações sobre os clientes são automaticamente compartilhados com vendas, marketing e outras áreas de empresa que têm necessidade de uma base de dados atualizada.

Essa assertividade, por sua vez, também cria lealdade. De acordo com relatórios da Accenture, 75% dos consumidores são mais propensos a comprar de varejistas que demonstram conhecer verdadeiramente seus clientes, chamando-os pelo nome correto, recomendando opções com base em interações anteriores ou levando em consideração seu histórico de compras. Segundo esses estudos, as organizações que já usam sistemas parapersonalizar suas mensagens de marketing afirmam que a maior parte dos consumidores que experimentam este tipo de relacionamento está de fato inclinada a comprar mais.

Para conhecer seus clientes, as empresas precisam ter uma visão abrangente dos dados e soluções que ofereçam insightsa partir do histórico de comportamento e dos padrões de compra individuais já disponíveis. Quais eram os interesses desses consumidores no passado? O que compraram? Onde e como interagiram com a organização recentemente? Ao incluir o uso inteligente de informações em sua estratégia, as companhias têm condições de responder a essas e outras perguntas de forma segura, atendendo às legislações de privacidade que ganharam espaço no mundo.

Outro ponto é que os insights também podem ser usados para desenvolver os produtos certos e, é claro, ajudar os profissionais de marketing a oferecer serviços muito mais personalizados com ofertas e promoções direcionadas e únicas.

Dados bons e sólidos são essenciais para uma transformação digital completa e de qualidade, que assegure experiências inesquecíveis aos clientes. As empresascapazes de entender o real valor das informações podem se adaptar com mais rapidez e se tornar, no futuro, as mais fortes, as mais inteligentes e, por isso, as que irão sobreviver.

Servidores com os mais altos salários de Ilhéus estão na lista dos afastados por sentença judicial

Entre os 268 servidores afastados pela Prefeitura de Ilhéus, na segunda-feira (7), por força de sentença judicial proferida pelo juiz Alex Venicius, da 1ª Vara da Fazenda Pública, estão os detentores dos mais altos salários da folha de pagamento do município. Com o cumprimento da decisão judicial, a administração municipal economizará R$ 1.590.155,88 mensais, totalizando R$ 19 milhões por ano.

O prefeito Mário Alexandre lamenta a situação. “É um momento muito delicado da nossa gestão, termos de afastar pessoas conhecidas e até amigas que contribuíram durante anos com a cidade de Ilhéus”, enfatiza. A herança deixada por gestões anteriores, numa sequência de erros administrativos e jurídicos lesou os cofres públicos e produziu distorções salariais consideradas injustas por funcionários municipais e a população.

As disparidades entre funções e salários são evidentes na lista incluída no decreto de cumprimento da decisão judicial publicado no Diário Oficial do Município no último dia 7. Assistentes administrativos com saláriosentre R$7 e R$10 mil, guardas municipais recebendo de R$8 a R$10 mil, técnicos administrativos com remuneração de até R$13 mil, professores com salários acima de R$10 mil, odontólogo recebendo R$ 20 mil, entre outras distinções.

Concursados – A mesma sentença, no entanto, também obrigou o Município a nomear os candidatos aprovados no concurso público realizado em 2016. Com aconvocação, serão preenchidas 196 novas vagas em níveis médio e superior, para trabalhar nas secretarias municipais de Administração, Educação, Desenvolvimento Social, Saúde, Agricultura e Pesca, Fazenda, Infraestrutura, Transporte e Trânsito, Turismo, Cultura, Planejamento e Desenvolvimento Sustentável.

O prefeito Mário Alexandre destaca que o afastamento dos 268 servidores não estáveis, em um universo de 3.317 funcionários efetivos, não coloca em risco a continuidade do serviço público. “Estamos consternadoscom a obrigatoriedade de cumprimento da decisão judicial, e ainda vamos fazer o que for possível para ajudar esses servidores não estáveis, mas os concursados que se encontravam ansiosos para serem nomeados chegam com todo o gás e motivados para prestar um bom serviço à cidade”, diz ele.

O chefe do Executivo ilheense destaca também os esforços da administração municipal para beneficiar os servidores não estáveis com o Programa de Desligamento Voluntário (PDV), que oferece o benefício do pagamento de 35% da média salarial do servidor nos últimos 12 meses, durante 20 anos. Segundo dados do Departamento de Recursos Humanos do município, até o momento já foram autorizadas 400 concessões de indenização. Os servidores que aderiram ao PDV e foram incluídos na lista do cumprimento da decisão judicial podem se aposentar com o benefício, assim que seus processos forem concluídos e receberem a carta de deferimento do INSS.

Prefeitura intensifica operação Cidade Limpa nas praias do norte

A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria de Serviços Urbanos (Secsurb), intensificou os serviços da Operação Cidade Limpa na zona norte do município, nesta quarta-feira (9), com atenção especial para as margens da BA-001 e localidades litorâneas que recebem um grande número de visitantes desde o Réveillon.

As equipes da Secsurb concentraram esforços nas regiões de Ponta do Ramo, Mamoan, Ponta da Tulha e Joia do Atlântico, devido ao grande acúmulo de lixo provocado pela intensa movimentação turística. Segundo o secretário municipal de Serviços Urbanos, Hermano Fahning, foram recolhidos, apenas nesta quarta-feira, cerca de 170 toneladas de lixo na zona norte.

A Operação Cidade Limpa começou na terça-feira (8) e continua na quinta-feira (10) na parte norte da cidade. Mas desde o último dia 5, a coleta de lixo vem sendo normalizada em diversos bairros da cidade e localidades litorâneas da zona sul.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia