O detento do Conjunto Penal de Itabuna, conhecido como “Léo Bonde”, assassinado no final da manhã de ontem (12) quando saía do presídio, foi vítima de facadas, e não de arma de fogo, como havia sido noticiado anteriormente.
A vítima foi assassinada quando saía do presídio junto com mais três internos para o “saidão da Páscoa”. Segundo informações, os internos seguiam em um veículo Peugeot preto com destino a Ilhéus, quando iam passando pelo quebra-molas na BR-415, bairro Nova Ferradas, o veículo foi alvo de disparos.
Os internos tentaram fugir pelos matos. Dois foram baleados e socorridos para o Hospital de Base. “Já Léo do Bonde” foi encontrado morto no matagal às margens da BR-415 com perfurações de faca.
Não há informações sobre os autores do crime.