Por Daniela Cardoso/ Acorda Cidade
Garota que estava desaparecida é encontrada morta; polícia suspeita de estuproUm corpo foi encontrado na manhã desta quarta-feira (21) dentro de um saco plástico na Avenida Eduardo Fróes da Mota, bairro Jardim Cruzeiro, em Feira de Santana. As polícias militar, rodoviária e civil estiveram no local e a delegada Ludmila Vilas Boas confirmou que o corpo é da adolescente Bruna Santana Mendes, de 16 anos, moradora do município de Serra Preta que estava desaparecida desde a tarde de domingo (18) em Feira de Santana.

De acordo com a delegada, o corpo estava em estado avançado de putrefação indicando que, provavelmente, já tem alguns dias que a jovem foi morta. O corpo foi encontrado desnudo, vestindo apenas calcinha e tênis, o que, conforme a polícia, indica que houve crime sexual antes da morte. A bolsa da jovem foi encontrada próximo ao corpo.
Bolsa da jovem foi encontrada próximo ao corpo
“Informações preliminares dão conta que desde domingo esse saco estava no local e pelo forte odor chamaram a polícia.
Existe a característica de crime sexual anterior ao óbito e todas as pessoas que tinham conhecimento e envolvimento serão chamadas para prestar depoimento. Estamos com a investigação adiantada e a equipe do Setor de Investigação da 2ª Delegacia e da Delegacia de Homicídios estão no local do crime”, informou.
Desaparecimento
Bruna Santana Mendes estava hospedada na casa de parentes na Rua Porto Seguro, bairro Jardim Cruzeiro, e foi vista pela última vez no Boulevard Shopping. Bruna estava vestindo blusa branca de manga comprida, saia rosa e calçando tênis.
Segundo familiares, um primo levou a garota ao cinema para ela se encontrar com outro adolescente e ao retornar para buscá-la não conseguiu encontrá-la. O rapaz que estava com Bruna informou que ao se desencontrar com o primo, ela pegou um motoboy e retornou para casa.
Em entrevista ao Acorda Cidade, o primo dela, Ralf Mendes Pires, disse que o motoboy, identificado como Pity, afirmou que deixou a garota na porta da casa do parente. No entanto, ninguém da vizinhança viu a jovem chegar.